Análise da Comunicação Governamental do Ministério da Felicidade do Dubai e Emirados Árabes Unidos no Ano 2017: Análise de Conteúdo com apoio com software WebQDA aos dados recolhidos no Corpus Latente

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21664/2238-8869.2020v9i3.p423-440

Palavras-chave:

Comunicação Governamental, Desenvolvimento Sustentável, Felicidade Interna Bruta, Ministério da Felicidade

Resumo

A iniciativa inovadora do Governo do Dubai e dos Emirados Árabes Unidos de criar um Ministério da Felicidade vai de encontro das crescentes preocupações de alguns governantes e policy makers no sentido de orientar as suas estratégias e políticas para o bem-estar e felicidade dos cidadãos. O objetivo dos governos do Dubai e dos Emirados Árabes Unidos foi, entre outros, de implementar um Plano Nacional de Felicidade e Positividade. Paralelamente, os governantes pretenderam criar políticas de desenvolvimento sustentável (social e ambiental) de modo a que o bem-estar e a felicidade se apliquem às gerações atuais e futuras. Este estudo faz parte de um estudo alargado sobre o Ministério da Felicidade e sobre a comunicação governamental do mesmo. Neste trabalho, procede-se à análise de notícias publicadas no corpus latente no ano de 2017. O objetivo do trabalho é conhecer os projetos criados, compreender as estratégias de comunicação, quais as ferramentas utilizadas pelo Ministério da Felicidade para dar a conhecer as suas políticas e de que forma consegue transformar um conceito subjetivo em medidas reais. Em termos globais, pretende-se que o trabalho ajude a compreender qual o modelo de comunicação do Ministério da Felicidade e se esse modelo pode ser replicado com sucesso noutros países. Com base nos estudos realizados e na análise de conteúdo das notícias publicadas no período indicado, foi possível extrair como principal conclusão que além do papel informativo, a comunicação do Ministério da Felicidade tem um papel importante na construção de uma imagem positiva do governo.

Biografia do Autor

Diamantino José Teixeira Ribeiro, Universidade Lusófona do Porto, ULP, Portugal.

Doutorado em Economia pela Universidade de Évora Escola de Ciências Sociais, Évora, Portugal. Docente na Universidade Lusófona do Porto, Portugal.

António Pedro Costa, Universidade de Aveiro, UA, Portugal.

Doutorado pela Universidade de Aveiro, Portugal. Investigador (CIDTFF), Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro, Aveiro e Portugal.

Jorge Remondes, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, UTAD, Portugal.

Doutorado em Comunicação pela Universidade de Vigo, Espanha. CETRAD - Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento da UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal.

Referências

Bardin, Laurence. 2009. Análise de Conteúdo. 3rd ed. Lisboa: Edições 70.
Becker, Maria Lúcia. 2013. “Inclusão Digital e Governo Eletrônico No Brasil: Após 20 Anos, Muitos Desafios.” Ação Midiática – Estudos Em Comunicação, Sociedade e Cultura., no. 6 (December). https://doi.org/10.5380/am.v0i6.34376.
Canel, Maria José, and Karen Sanders. 2011. “Government Communication.” International Encyclopedia of Communication Online.
———. 2012. “Government Communication: An Emerging Field in Political Communication Research.” The SAGE Handbook of Political Communication, 85–96. https://doi.org/10.4135/9781446201015.n8.
Castells, Manuel. 2008. “The New Public Sphere: Global Civil Society, Communication Networks, and Global Governance.” The ANNALS of the American Academy of Political and Social Science 616 (1): 78–93. https://doi.org/10.1177/0002716207311877.
Costa, António Pedro. 2016. “Cloud Computing Em Investigação Qualitativa: Investigação Colaborativa Através Do Software WebQDA.” Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 5 (2): 153. https://doi.org/10.21664/2238-8869.2016v5i2.p153-161.
Costa, António Pedro, and João Amado. 2018. Content Analysis Supported by Software. Aveiro: Ludomédia.
Costa, António Pedro, Ronaldo Linhares, and Francislê Neri de Souza. 2014. “Possibilidades de Análise Qualitativa No WebQDA e Colaboração Entre Pesquisadores Em Educação Em Comunicação.” Infoinclusão e as Possibilidades de Ensinar e Aprender, 205–15.
Costa, António Pedro, António Moreira, and Francislê Neri Souza. 2019. “WebQDA - Qualitative Data Analysis.” Aveiro - Portugal: Aveiro University and MicroIO.
Costa, António Pedro, Luís Paulo Reis, and Francislê Neri de Souza. 2014. “Investigação Qualitativa Para Sistemas e Tecnologias de Informação.” RISTI - Revista Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação, no. E2 (September). https://doi.org/10.17013/risti.e2.ix-xii.
Costa, António Pedro, Francislê Neri de Souza, António Moreira, and Dayse Neri de Souza. 2018. “WebQDA 2.0 Versus WebQDA 3.0: A Comparative Study About Usability of Qualitative Data Analysis Software.” In , 229–40. https://doi.org/10.1007/978-3-319-58965-7_16.
Gomes, Paulo Sérgio Ferreira. 2013. “O Butão Na Ordem Mundial Do Reconhecimento Da Sua Identidade Nacional á Influência Nas Relações Externas Relações Externas O.”
Graber, Doris A. (Doris Appel). 2003. The Power of Communication : Managing Information in Public Organizations. Congressional Quarterly.
Kunsch, M. 2003. Planejamento de Relações Públicas Na Comunicação Integrada. São Paulo: Summus.
Lama, Dalai. 2000. “A Arte Da Felicidade. Um Manual Para a Vida.” Brasil: Edições Martins Fontes.
Layard, R. 2006. Happiness: Lessons from a New Science. Edited by Penguin Books 2005. Counselling and Psychotherapy Research. Vol. 6. https://doi.org/10.1080/14733140600986227.
Matos, Heloiza. 1999. Comunicação Pública Interlocuções, Interlocutores e Perspectivas. Edited by Ed. ECA/USP. S. Paulo.
Pina, Antonio Ramón Bartolomé, Francislê Neri de Souza, and Marcelo Carneiro Leão. 2013. “Investigación Educativa a Partir de La Informacion Latente En Internet.” Revista Eletrônica de Educação 7 (2): 301–16.
Puddington, Arch. 2009. “Freedom in the World 2009 The Annual Survey of Political Rights & Civil Liberties.” New Yoirk.
Ribeiro, Diamantino José Teixeira. 2019a. A Piramide Da Felicidade. Porto: Edição própria.
———. 2019b. “Economia Da Felicidade.” In Dicionário de Educação Para o Empreendedorismo, edited by Jacinto Jardim and José Eduardo Franco, 757. Gradiva.
Ribeiro, Diamantino José Teixeira, António Pedro Costa, and Jorge Remondes. 2017. “Comunicação Do Ministério Da Felicidade Dos Emirados Árabes Unidos. Análise de Dados Qualitativos Disponíveis Na Internet.” Atas Do 6o Congresso Ibero-Americano Em Investigação Qualitativa (Volume 3 - Investigação Qualitativa Em Ciências Sociais) 3: 686–91. https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2017/article/view/1443.
———. 2020. “Government Communication - The Dubai and United Arab Emirates Ministry of Happiness.” In , 226–38. https://doi.org/10.1007/978-3-030-31787-4_19.
Ribeiro, Diamantino José Teixeira, Erika Laranjeira, and Jorge Remondes. 2019. “Creation of the ‘Happiness 360o’ Model: Qualitative Analysis from Survey Responses.” Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 8 (1): 93–112. https://doi.org/10.21664/2238-8869.2019v8i1.p93-112.
Ribero, Diamantino José Texeira, Jorge Remondes, and António Pedro Costa. 2019. “Comunicação Governamental: O Exemplo Do Ministério Da Felicidade Dos Emirados Árabes Unidos.” Ámbitos. Revista Internacional de Comunicación, no. 44: 54–72. https://doi.org/10.12795/Ambitos.2019.i44.04.
Salgado, P. 2011. Relações Públicas Estratégicas: Técnicas, Conceitos e Instrumentos. S. Paulo: Summus Editorial.
Seligman, Martin E. P. 2011. Authentic Happiness: Using the New Positive Psychology. London. Boston: Nicholas Brealey Publishing.
Seligman, Martin E. P., and Mihaly Csikszentmihalyi. 2000. “Positive Psychology: An Introduction.” American Psychologist 55 (1): 5–14. https://doi.org/10.1037/0003-066X.55.1.5.
Stiglitz, Joseph E., Jean-Paul Fitoussi, and Martine Durand. 2018. Beyond GDP: Measuring What Counts for Economic and Social Performance and For Good Measure Advancing Research on Well-Being Metrics Beyond GDP High-Level Expert Group on the Measurement of Economic Performance and Social Progress (HLEG). OECD. https://doi.org/10.1787/9789264307292-en.
Tkach, C., and S. Lyubomirsky. 2006. “How Do People Pursue Happiness?: Relating Personality, Happiness-Increasing Strategies, and Well-Being.” Journal of Happiness Studies.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

RIBEIRO, Diamantino José Teixeira; COSTA, António Pedro; REMONDES, Jorge. Análise da Comunicação Governamental do Ministério da Felicidade do Dubai e Emirados Árabes Unidos no Ano 2017: Análise de Conteúdo com apoio com software WebQDA aos dados recolhidos no Corpus Latente. Fronteira: Journal of Social, Technological and Environmental Science, [S. l.], v. 9, n. 3, p. 423–440, 2020. DOI: 10.21664/2238-8869.2020v9i3.p423-440. Disponível em: https://periodicos.unievangelica.edu.br/index.php/fronteiras/article/view/4165. Acesso em: 18 maio. 2024.