Análise Microbiológica de Água de Córrego em Áreas de Contato com Agrotóxicos: Identificação e Atividade Bacteriana Frente a Antibióticos

Palavras-chave: Microrganismos, Recursos Hídricos, Resistência Bacteriana, Glifosato

Resumo

A contaminação dos recursos hídricos é preocupante. A água consumida pelo ser humano deve ser potável, a quantidade de microrganismos e agentes químicos controlada. Porém, há um problema quando há desenvolvimento de resistência ao tratamento com antibacterianos. O uso de agrotóxicos pode provocar alterações no crescimento microbiano quando em contato com a água. Com base nisso, este estudo objetivou avaliar a presença de coliformes totais, termotolerantes, Escherichia coli e bactérias heterotróficas em águas de córregos, e avaliar se E. coli adquire maior resistência à antibióticos após a exposição a agrotóxicos. Após as análises microbiológicas foram encontradas elevadas concentrações de coliformes totais e coliformes termotolerantes e bactérias heterotróficas em todos os pontos dos córregos. Bactérias E. coli apresentaram resistência somente a ampicilina, resultado repetido após a exposição ao glifosato, concluindo que, nas condições desse trabalho, o uso do agrotóxico não altera a sensibilidade de E. coli perante antimicrobianos.

Biografia do Autor

Karen Corbellini, Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.
Graduação em Biomedicina pela Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.
Amanda Luisa Ströher, Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.
Graduação em andamento em Biomedicina pela Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.
Mônica Jachetti Maciel, Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.
Doutorado em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil. Docente na Universidade do Vale do Taquari, UNIVATES, Brasil.

Referências

Almeida, S.D.B., E.A.D. Costa, M.A.F. Gomes, L.C. Luchini, C. Spadotto, and M.B. Matallo. 2006. “Sorção de Triazinas Em Solos Tropicais. I. Pré Seleção Para Recomendação de Uso Na Região de Ubatuba, São Paulo, Brasil.” In IV Congreso Iberoamericano de Física Y Química Ambiental, MEDIO AMBIENTE EN IBEROAMERICA - Visión Desde La Física y La Química En Los Albores Del Siglo XXI, 17–22.
Alves, Igor Charles Castor, Maâmar El-Robrini, Maria de Lourdes Souza Santos, Sury de Moura Monteiro, Leandro Patrick Ferreira Barbosa, and José Tasso Felix Guimarães. 2012. “Qualidade Das Águas Superficiais e Avaliação Do Estado Trófico Do Rio Arari (Ilha de Marajó, Norte Do Brasil).” Acta Amazonica 42 (1): 115–24.
Amarante Júnior, Ozelito Possidônio de, Teresa Cristina Rodrigues dos Santos, Natilene Mesquita Brito, and Maria Lúcia Ribeiro. 2002. “Métodos de Extração e Determinação Do Herbicida Glifosato: Breve Revisão.” Quim. Nova 25 (3): 420–28.
APHA, American Public Health Association. 2012. Standard Methods For The Examination of Water and Wastewater. https://www.e-wef.org/Default.aspx?TabID=251&productId=58296758.
APM, Atrazine Pathway Map. 2016. “Atrazine Degradation Pathway.” Atrazine Pathway Map. 2016. http://eawag-bbd.ethz.ch/atr/atr_map.html.
Brasil. 2003. “Instrução Normativa SDA No 62 de 26 de Agosto de 2003.” Ministério Da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=75773.
———. 2005. “Resolução (RDC) N° 357, de 18 de Março de 2005.” http://www2.mma.gov.br/port/conama/res/res05/res35705.pdf.
———. 2013. “Manual Prático de Análise de Água.”
———. 2016. “Consulta de Produtos Formulados.” Ministério Da Agricultura Pecuária e Abastecimento. 2016.
Brasil, Ministério da Saúde. 2011. “Portaria No 2.914, de 12 de Dezembro de 2011.” Ministério Da Saúde. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prc0005_03_10_2017.html.
British Standard. 2006. “Chemical Disinfectants and Antiseptics-Quantitative Suspension Test for the Evaluation of Bactericidal Activity of Chemical Disinfectants and Antiseptics Used in Food, Industrial, Domestic and Institutional Areas-Test Method and Requirements.” http://www.kebs.org.
CLSI, Clinical and Laboratory Standards Institute. 2003. “Padronização Dos Testes de Sensibilidade a Antimicrobianos Por Disco-Difusão.” www.clsi.org.
D’amato, Claudio, João P M Torres, and Olaf Malm. 2002. “DDT (Dicloro Difenil Tricloroetano): Toxicidade e Contaminação Ambiental – Uma Revisão.” Quim. Nova 25 (6): 995–1002.
Ferreira, Marcelo José Monteiro, Mário Martins Viana Júnior, Andrezza Graziella Veríssimo Pontes, Raquel Maria Rigotto, and Diego Gadelha. 2016. “Gestão e Uso Dos Recursos Hídricos e a Expansão Do Agronegócio: Água Para Quê e Para Quem?” Ciência & Saúde Coletiva 21 (3): 743–52. https://doi.org/10.1590/1413-81232015213.21012015.
Forlani, G., M. Pavan, M. Gramek, P. Kafarski, and J. Lipok. 2008. “Biochemical Bases for a Widespread Tolerance of Cyanobacteria to the Phosphonate Herbicide Glyphosate.” Plant and Cell Physiology 49 (3): 443–56. https://doi.org/10.1093/pcp/pcn021.
Gene Nunes Barros, Fernanda, and Mário M Amin. 2008. “Água: Um Bem Econômico de Valor Para o Brasil e o Mundo.” Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional 4 (1): 75–108.
Grieco, Andre Abreu, Brisa Maria Fregonesi, Karina Aparecida de Abreu Tonani Tonani, Thaís Vilela Silva, Beatriz Smidt Celere, Tânia Maria Beltramini Trevilato, Susana Inés Segura-Muñoz, and Renato Igor da Silva Alves. 2017. “Diagnóstico Espacial e Temporal de Condições Físico-Químicas e Microbiológicas Do Córrego Do Tanquinho, Ribeirão Preto, SP, Brasil.” An Interdisciplinary Journal of Applied Science Rev. Ambient. Água 12 (2). https://doi.org/10.4136/1980-993X.
Laborclin. 2013. “Manual Do Antibiograma.” http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/manuais/clsi/clsi_OPASM2-A8.pdf.
Martins, Alysson Stefan, Wilson Costa, and Mariza Boscacci Marques. 2010. “Qualidade Da Água Do Arroio Olarias e Seu Impacto Na Represa Projetada.” Tecno-Lógica 14 (2): 76–86. https://online.unisc.br/seer/index.php/tecnologica/article/view/1349/1157.
Moser, Heloisa, Renato Rodrigues Pereima, and Maurício José Lopes Pereima. 2013. “Evolução Dos Curativos de Prata No Tratamento de Queimaduras de Espessura Parcial.” Revista Brasileira de Queimaduras 12 (2). http://www.rbqueimaduras.com.br/details/147/pt-BR/evolucao-dos-curativos-de-prata-no-tratamento-de-queimaduras-de-espessura-parcial.
Mosquito, Susan, Susan RMosquito, Joaquim Ruiz, José Luis Bauer, and Theresa J. Ochoa. 2011. “Mecanismos Moleculares de Resistencia Antibiótica En Escherichia Coli Asociadas a Diarrea.” Rev Peru Med Exp Salud Publica 28 (4): 648–56.
ONU, Organização das Nações Unidas. 2015. “Relatório Mundial Das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Dos Recursos Hídricos: Água Para Um Mundo Sustentável.” 2015. https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000367276_por?posInSet=2&queryId=fa5e9bfb-2f91-44ad-8dab-065598a7cadf.
Santos, Neusa de Queiroz. 2004. “A Resistência Bacteriana No Contexto Da Infecção Hospitalar.” Texto Contexto Enferm 13: 64–70.
Staub, Jevrey M., Leslie Brand, Minhtien Tran, Yifei Kong, and Stephen G. Rogers. 2012. “Bacterial Glyphosate Resistance Conferred by Overexpression of an E. Coli Membrane EZux Transporter.” Journal of Industrial Microbiology and Biotechnology 39 (4): 641–47. https://doi.org/10.1007/s10295-011-1057-x.
Tavares, Walter. 2009. Antibióticos e Quimioterápicos Para o Clínico. https://www.saraiva.com.br/antibioticos-e-quimioterapicos-para-o-clinico-acompanha-tabela-de-consulta-7580379/p.
Troian, Alessandra, and Marcelo Leandro Eichler. 2009. “‘Somente Os Mais Fracos Ficam Doentes’: A Utilização de Agrotóxicos Por Agricultores de Tabaco Da Comunidade Cândido Brum, Em Arvorezinha (RS).” Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional 5 (3): 116–39.
ULT, Universal Leaf Tabacos. 2015. “Manual de Produção de Mudas.”
Victorino, Célia Jurema Aito. 2007. Planeta Água Morrendo de Sede: Uma Visão Analítica Na Metodologia Do Uso e Abuso Dos Recursos Hídricos.
Wannmacher, Lenita. 2004. “Uso Indiscriminado de Antibióticos e Resistência Microbiana: Uma Guerra Perdida?” Brasília, 2004.
Yang, Tianxi, Jeffery Doherty, Bin Zhao, Amanda J. Kinchla, John M. Clark, and Lili He. 2017. “Effectiveness of Commercial and Homemade Washing Agents in Removing Pesticide Residues on and in Apples.” Journal of Agricultural and Food Chemistry 65 (44): 9744–52. https://doi.org/10.1021/acs.jafc.7b03118.
Publicado
2020-03-04
Como Citar
Corbellini, Karen, Amanda Luisa Ströher, e Mônica Jachetti Maciel. 2020. Análise Microbiológica De Água De Córrego Em Áreas De Contato Com Agrotóxicos: Identificação E Atividade Bacteriana Frente a Antibióticos. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 9 (1), 126-37. https://doi.org/https://doi.org/10.21664/2238-8869.2020v9i1.p126-137.