Filamentous Fungi as Promising Agents for the Biodegradation of Biosolids Compounds

  • Laiza Rosa Naves Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Lucas Leonardo da Silva Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil. http://orcid.org/0000-0001-6298-4293
  • Elida Lucia da Cunha Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Verediana Fiorentin Rosa de Almeida Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Antônio Sérgio Ferreira de Sá Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Brenda Letícia Sena Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Izabel Cristina Moreira Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
  • Solange Xavier dos Santos Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Palavras-chave: Biorremediação, Lodo Ativado, Tratamento de Esgoto, Goiânia

Resumo

Estações de tratamento de esgoto (ETEs) geram resíduo pastoso, conhecido como biossólido, podendo ser tóxico e recalcitrante, o que motiva estudos visando sua degradação ou aproveitamento seguro. Foram investigados fungos filamentosos na degradação do biossólido de uma ETE de Goiânia/Goiás. Todos cresceram na presença do biossólido, sendo inibidos pelo aumento da concentração, exceto SXS629, que cresceu proporcionalmente à concentração. Todos cresceram no meio com biossólido no pH original (10.5), mas a correção (6.8) proporcionou maior crescimento. Exceto SXS90, os demais (SXS37, SXS615 e SXS628) degradaram o biossólido, crescendo em meio contendo-o como única fonte de carbono; destaque para SXS628, cujo crescimento no biossólido superou o do controle. Todos isolados avaliados sintetizam pelo menos duas enzimas prospectadas, destaque para SXS630 e SXS634, que sintetizam todas (carboximetilcelulase, tanase, polifenoloxidase). Isso mostra o potencial para utilização desses isolados (combinados ou não) em processos biotecnológicos visando à degradação do biossólido, com destaque para SXS37.

Biografia do Autor

Laiza Rosa Naves, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Mestrado em andamento em Recursos Naturais do Cerrado (Renac) pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Lucas Leonardo da Silva, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Doutorado em andamento em Recursos Naturais do Cerrado pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Elida Lucia da Cunha, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Mestrado em andamento em Recursos Naturais do Cerrado (Renac) pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Verediana Fiorentin Rosa de Almeida, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Mestrado em andamento em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Antônio Sérgio Ferreira de Sá, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Graduação em andamento em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Brenda Letícia Sena, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Mestrado profissional em andamento em Ensino de Ciências pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Izabel Cristina Moreira, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Mestrado em andamento em Recursos Naturais do Cerrado (Renac) pela Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Solange Xavier dos Santos, Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.
Doutorado em Ciências Biológicas (Microbiologia Aplicada) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil. Docente na Universidade Estadual de Goiás, UEG, Brasil.

Referências

Aguiar AP 2006. Seleção de espécies de basidiomicetos produtoras de ligninases para caracterização e aplicação das enzimas sobre corantes aromáticos, Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual Paulista, 137pp.

Araújo FF, Gil FC, Tiritan CS 2009. Lodo de esgoto na fertilidade do solo, na nutrição de Brachiaria decumbens e na atividade da desidrogenase. Pesq Agropec Trop 39(1):1-6.

Brasil 2005. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional de Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA nº 357/2005, de 17 de março de 2005 – In: Resoluções, 2005.

Brasil 2006. Ministério do Meio Ambiente, Conselho Nacional de Meio Ambiente, CONAMA. Resolução CONAMA nº 375/2006, de 30 de agosto de 2006. In: Resoluções, 2006.

Cavalcanti JEW 2009. Manual de tratamento de efluentes industriais, 1 edição, São Paulo, SP Engenho Editora Técnica, 475pp.

Chang M 2007. Harnessing energy from plant biomass. Curr Opin Chem Biol 11:677-684.

Coelho HA, Grassi Filho H, Romiero JCT, Pompermayer GV, Barbosa RD, Lobo TF 2011. Desempenho agronômico do lodo de esgoto como fonte de nitrogênio em bananeiras. Agrarian 4(13):172-181.

Costa VL, Maria IC, Camargo OA, Grego, CR, Melho LCA 2013. Distribuição espacial de fósforo em latossolo tratado com lodo de esgoto e adubação mineral. Rev Bras Eng Agríc Ambient 18(3):287-293.

Donini LP, Bernardi E, Minotto E, Nascimento JD 2005. Desenvolvimento in vitro de Pleurotus spp. sob a influência de diferentes substratos e dextrose. Arq Inst Biol 72(3):331-338.

Durán N, Esposito E, Innocentini-Mei LH, Canhos VP 1994. A new alternative process for Kraft E1 effluent treatment. A combination of photochemical and biological methods. Biodegradation 5(1):13-19.

Ferreira F, Batista I, Ferreira A, Albuquerque C 2017. Otimização das condições de crescimento de fungos degradadores de madeira. Marupiara - Revista Científica do CESP/UEA (1):1-24.

Gomes EMC, Pena RDCM2016. Isolamento, caracterização morfológica e avaliação do crescimento micelial e esporulação em diferentes meios de cultura de cepas do fungo Quambalaria sp. Biota Amazônia 6(4):59-63.

Hankin L, Anagnostakis SL 1975. The use of solid media for detection of enzymes production by fungi. Mycologia 67(3):597-607.

Jordão EP, Pessôa CA 1995. Tratamento de esgotos domésticos. 4th ed. Rio de Janeiro, ABES 932pp.

Kamida HM, Durrant LR, Monteiro RTR, Armas ED 2005. Biodegradação de efluente têxtil por Pleurotussajor-caju. Quím Nova 28(4):629-632.

Kuwahara M, Glend JK, Morgan A, Gold, MH 1984. Separation and characterization of two extracellular H2O2 dependent oxidases from ligninolytic cultures of Phanerochaete chrysosporium. FEBS Letters 19(169):247-250.

Lealem F, Gashe BA 1994. Amylase production by a gram-positive bacterium isolated from fermenting tef (Eraglostis tef). J Appl Bacteriol 77:337-352.

Leonardo-Silva L, Moreira IC, Silva T M, Silva LB, Santos TAA, Oliveira LM, Souza DF, Brito AO, Xavier-Santos S 2018. Bioprospecção de Fungos de um Fragmento de Cerrado no Brasil Central para Aplicações Biotecnológicas. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 7(1):288-305.

Marino RH, Eira AF, Cardoso EQ 2006. Melhoramento genético de Pleurotus ostreatus (Jacq.: Fr.) Kumm. por cruzamentos multispóricos visando a obtenção de isolados resistentes ao calor. Hoehnea 33(3):349-357.

Menezes FP 2013. Degradação de biossólido por fungos lignocelulolíticos, PhD Thesis, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 101pp.

Menezes FP, Bevilacqua CB, Sulzbacher MA, Antoniolli ZI, Jacques RJS 2017. Capacidade dos fungos lignocelulolíticos em degradar polímeros de lodo de esgoto. Rev Ciênc Agrár 40(3):515-524.

More TT, Yan S, Tyagi RD, Surampalli RY 2010. Potential use of filamentous fungi for waste waters ludge treatment. Bioresour Technol 101:7691-77000.

Oliveira IM 2008. Aspectos biológicos do fungo entomopatogênico Aschersonia sp. cultivado em diferentes meios de cultura, Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Lavras, Minas Gerais, 57pp.

Oliveira SDJ 2014. Produção de enzimas por fungos em fermentação semi-sólida utilizando bagaço de coco e pedúnculo de caju como substratos, Dissertação de Mestrado, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 103pp.

Pinto GAS, Couri S, Leite SGF, Brito ES 2005. Tanase: conceitos, produção e aplicação. B. CEPPA 23(2):435-462.
Pontecorvo G, Roper JA, Chemmons LM, Macdonald KD, Bufton AWJ 1953. The genetics of Aspergillus nidulans. Adv Genet 5:141-238.

Rodriguez J, Durán N 1988. Some new aspects of enzymatic lignin biodegradation. Braz J Med Biol Res (21):411-422.

Ruegger MJS, Tauk-Tornisielo SM 2004. Atividade da celulase de fungos isolados do solo da Estação Ecológica de Juréia-Itatins, São Paulo, Brasil. Rev Bras Bot 27(2):205-211.

Sanepar 1999. Uso e Manejo do Lodo de Esgoto na Agricultura Sanepar/Prosab/Finep, Rio de Janeiro, 97pp.

Santos EB 2009. Atributos físicos e químicos de um solo degradado cultivado com eucalipto e braquiária após reaplicação de biossólido, Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual Paulista, Ilha Solteira, 71pp.

Santos ER 2005. Caracterização química, microbiológica e toxicidade do lodo de esgoto da estação de Mangueira, Dissertação de Mestrado, Universidade Católica de Pernambuco, 68pp.

Scalbert A 1991. Antimicrobial properties of tannins. Phytochemistry 30(12):3875-3883.

Schloter MA, Ferraz S, Muchovej JJ 2003. Indicators for evaluating soil quality. Agr Ecosyst Environ 98:255-262.

Silva M, Esposito E 2004. O papel dos fungos na recuperação ambiental. In Espósito E, Azevedo JL (orgs), Fungos: uma introdução à biotecnologia, bioquímica e biotecnologia, Caxias do Sul, Educs, p. 337-378.

Souza AF, Rosado FR 2009. Utilização de fungos basidiomicetes em biodegradação de efluentes têxteis. Rev Agronegócios Meio Ambiente 2(1):121-139.

Souza HQ, Oliveira LA, Andrade JS 2008. Seleção de Basidiomycetes da Amazônia para produção de enzimas de interesse biotecnológico. Ciên e Tecnol Aliment 28:16-124.

Takashi Y 2003. The effect of pH on the growth of saprotrophic and ectomycorrhizal ammonia fungi in vitro. Mycologia 95(4):584-589

Teather RM, Wood PJ 1982. Use of congo red-polysaccharide interactions in enumeration and characterization of cellulolytic bacteria from the bovine rumen. Appl Environ Microbiol 43(4):777-780.

Ucker FE, Almeida AR, Kemerich PDC 2012. Remoção de nitrogênio e fósforo do esgoto sanitário em um sistema de alagados construídos utilizando o capim vetiver. Ambi-Agua 7(3):87-98.

USEPA (United State Environmental Protection Agency) 2003. Environmental regulation sand technology Control of Pathogens and Vector Attration in Sewage Sludge-EPA/625/R-92/013, Cincinnati, 186pp.

Von Sperling M, Gonçalves RF 2001. Lodo de esgotos: características e produção. In: Andreoli CV, Von Sperling M, Fernandes F (Org.) Lodo de esgotos: tratamento e disposição final Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, UFMG, Curitiba, SANEPAR, 484pp.

Yanko WA 1988. Occurrence of pathogens in distribution and marketing municipal sludges. US Environmental Protection Agency, Washington, D.C., EPA/600/1-87/014 (NTIS PB88154273).
Publicado
2019-05-01
Como Citar
Naves, Laiza, Lucas da Silva, Elida da Cunha, Verediana de Almeida, Antônio de Sá, Brenda Sena, Izabel Moreira, e Solange dos Santos. 2019. Filamentous Fungi As Promising Agents for the Biodegradation of Biosolids Compounds. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 8 (2), 35-51. https://doi.org/https://doi.org/10.21664/2238-8869.2019v8i2.p35-51.
Seção
Dossiê - Tecnologias, Inovação e Sustentabilidade