A Influência do Paradigma Biológico na Filosofia do Século XX: A Epistemologia Darwinista de Karl Popper

  • Marco Antônio Barroso Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil
  • Camila de Oliveira Sá Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil.
Palavras-chave: Epistemologia da Ciência, Teoria da Evolução, Programa Metafísico de Pesquisa, Seleção Natural

Resumo

Karl Raimund Popper é um epistemólogo que busca fazer conexões entre a produção científica e o evolucionismo de Darwin. Suas pesquisas são desenvolvidas a partir de questões sobre o método científico, a filosofia política e as ciências sociais, apresentando a teoria dos três mundos. O filósofo em questão estuda diversas teorias e hipóteses e as conceitua como teoria ou um programa metafísico conforme as características que apresentam. Esse trabalho teve como objetivo evidenciar a relação entre as teorias de Popper e a darwinista. Para Popper, o darwinismo é enquadrado no mundo 3 e é um programa metafísico de pesquisa, por não ser verossímel e falsificável. O darwinismo assim como os pensamentos de Popper, conforme ele mesmo admite, são pesquisas que irão fornecer bases para que outros pesquisadores possam responder as questões levantadas por aquelas. Contudo, pode-se perceber que há falhas na reflexão do filósofo a respeito de alguns termos da teoria evolutiva, como seleção natural e especiação.

Biografia do Autor

Marco Antônio Barroso, Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil
Doutorado em Ciência da Religião pela Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil. Professor na Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil
Camila de Oliveira Sá, Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil.
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Minas Gerais, UEMG, Brasil.

Referências

Castañon G 2007, Introdução à epistemologia, EPU, São Paulo, 120 pp.
Costa RS 2007. A Epistemologia Pós-Darwiniana de Sir Karl Popper. Dissertação de Mestrado, PUC, Rio de Janeiro, 74 pp.
Costa RS 2010. O darwinismo na epistemologia tardia de Sir Karl Raimund Popper. Kínesis, 2(3):316-330.
Darwin C 2007. A origem das espécies, Martin Claret, São Paulo, 574 pp.
Fabian EP 2008. A aproximação de Popper com a epistemologia evolucionária, Dissertação de Mestrado, PUC, Porto Alegre, 158 pp.
Ferreira MA 2005. Sir Karl Popper e o darwinismo. ScienTlaeStudia, vol. 3 (2):313-322.
Futuyma D 2009. Biologia Evolutiva, 3 ed, Funtec Editora, Ribeirão Preto, 830 pp.
Oliva A 2003. Filosofia da Ciência, Zahar, Rio de Janeiro, 75 pp.
Popper K 1988. O universo aberto, Dom Quixote, Lisboa, 172 pp.
Popper K 1996. O conhecimento e o problema corpo-mente, Edições 70, Lisboa, 2016 pp.
Ridley M 2006. Evolução, Artmed, Porto Alegre, 752 pp.
Publicado
2019-09-01
Como Citar
Barroso, Marco Antônio, e Camila de Oliveira Sá. 2019. A Influência Do Paradigma Biológico Na Filosofia Do Século XX: A Epistemologia Darwinista De Karl Popper. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 8 (3), 509-23. https://doi.org/https://doi.org/10.21664/2238-8869.2019v8i3.p509-523.