Quais São Os Indicadores E Outros Fatores Associados À Infecção Relacionada À Assistência Na UTI Neonatal?

  • Anna Clara Martins de Souza
  • Dâmarys Eloir Lima Santos Vieira
  • Isabella Tavares Souza
  • Lauir Souza Gonçalves Netto
  • Raika Eduarda Rodrigues da Silva
  • Marcela de Andrade Silvestre

Resumo

RESUMO: A sepse neonatal trata-se de uma infecção generalizada em neonatos, adquiridaprincipalmente por escassez de cuidados higiênicos e procedimentos invasivos em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal. O objetivo foi avaliar diferentes indicadores e fatores relacionados à infecção associada à assistência na UTIN’s a fim de facilitar o estabelecimento de propostas de intervenção que contribuam para diminuir o risco de infecção e sua ocorrência. Trata-se de uma mini revisão de literatura integrativa realizada com base em 5 artigos escolhidos utilizando os descritores padronizados. Além disso, estabeleceu-se critérios de inclusão e exclusão para determinar a qualidade e confiabilidade dos artigos, sendo alguns deles: data de publicação e fator de impacto do periódico. Foram notabilizados nos resultados fatores de risco aos neonatos associados à saúde materna, ao período gestacional, à assistência médica e ao parto. Os fatores mais impactantes no desenvolvimento de infecções foram tidos como prematuridade e baixo peso ao nascer e esses foram estabelecidos como decorrentes de circunstâncias do período perinatal. Concluiu-se que é indispensável assistência médica durante a gestação para evitar os fatores que favorecem a internação na UTI, também deve-se monitorar o manuseio dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e aplicar protocolos de segurança, com o objetivo de diminuir os fatores relacionados ao ambiente e os procedimentos das UTIN’s.
Publicado
2020-06-23
Seção
RESUMOS - Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente