Análise da mortalidade por overdose no uso de opioides e dos fatores psicossociais relacionados

  • Samarone de Freitas Junior
  • Márcio Henrique Ferreira de Souza
  • Artur Valério Marques
  • Joaquim Pedro Figueira Marques
  • João Vitor Queiroz Costa
  • Marcela de Andrade Silvestre

Resumo

RESUMO: Buscar na literatura qual a correlação entre a overdose por uso de opioides e a mortalidade dos usuários dessa substância, analisando, concomitantemente, os principais determinantes sociais e psicológicos que estão ligados a esse desfecho. Revisão da literatura nas bases LILACS, MEDLINE e PUBMED, abordando as produções dos últimos cinco anos. Utilizou-se para a busca os descritores: combinações entre as seguintes palavras-chave, consideradas descritores no Descritores em Ciências de Saúde (DeCS) em português e inglês:Opioides (Opioids), Morfina (Morphine), Fentanil (Fentanyl), Codeína (Codeine), Adversos (Adverse), Efeitos Colaterais (Side Effects), Overdose (Overdose), Morte (death). Foram selecionados 20 artigos, que respondiam à questão norteadora “Qual a relação entre overdose por uso de opioides e os danos gerados ao paciente tanto psicossociais quanto em mortalidade”. Observou-se que há uma associação clara entre overdose e mortalidade. Além disso, tornou-se nítida a relação com a depressão e o uso de substâncias ilícitas entre osusuários de opioides que chegam no estado de overdose. Diante dos resultados e discussões é possível observar que há uma complexa interrelação entre uso de opioides, depressão, abuso de drogas ilícitas, overdose e morte. Contudo, mais estudos sobre o manejo adequado da dor e a identificação de condutas que não possuem evidências científicas devem ser realizados, afim de que se tenha um melhor prognóstico perante o uso/administração dos opioides.
Publicado
2020-06-22
Seção
RESUMOS - Neurociências