Cranberry: Eficiência ou Ineficiência no Tratamento de Infecções Urinárias Recorrentes?

  • Mariana Leite Coimbra
  • Agatha Cabral Costa Felício
  • Elano Jaime Azevedo Junio
  • Isadora de Alencar Faria
  • Laura Melo Perillo
  • Henrique Poletti Zani

Resumo

RESUMO: A infecção urinaria recorrente (IUR) é definida com três episódios durante um ano ou dois episódios em seis meses. Essa doença é mais prevalente em mulheres, devido a anatomia genital feminina, o que propicia a ascensão de microorganismos à bexiga. Com isso, a IUR pode evoluir para uma infecção na bexiga, sendo conhecida como cistite. O recurso terapêutico observado pela cranberry, apresenta-se como uma alternativa viável para o tratamento e prevenção da IUR, por ser um método mais barato e de fácil acesso. O objetivo desse estudo foi verificar se há benefícios no tratamento de infecção urinária recorrente com cranberry. Esse artigo trata-se de uma revisão integrativa de literatura com 22 artigos, sendo eles ensaios clínicos, estudos pilotos, estudos experimentais, um estudo pré-clínico e um editorial. Foram selecionados a partir da busca nos bancos de dados Google Acadêmico, National Instituites of health (NCBI) e PubMed, utilizando os descritores “Urinary treat infections AND cranberry” e “Infecções no trato urinário e cranberry”. Excluíram artigos pagos e de revisão sistemática e abrangeu a língua portuguesa, inglesa e espanhola. Com fundamento na análise desses artigos, a maioria revelou que o tratamento com cranberry oferece benefícios, sendo o mais observado a diminuição dos episódios. Além disso, foram analisadas as propriedades do cranberry antioxidante e microbicida que impedem a adesão da bactéria Escherichia Coli nas células uroepitelias. Esse presente estudo destacou a importância do consumo do cranberry em diferentes formas (suco, chá, pílulas) como uma opção de tratamento alternativo, ou até mesmo, como prevenção de IUR.
Publicado
2020-06-22
Seção
RESUMOS - Medicina Preventiva