A humanização da relação médico-paciente através da anamnese reflexiva: um relato de experiência

  • Arthur Campos Ferreira
  • Ana Laura Carvalho Almeida
  • Guilherme Nassif Corrêa
  • Luiza Cividanes Homsi
  • Mariana Lima Silva
  • Mariana Silveira Abadia
  • Constanza Thaise Xavier Silva
Palavras-chave: Anamnese reflexiva, Método clínico centrado na pessoa, Relação médicopaciente

Resumo

A anamnese reflexiva consiste numa abordagem mais centrada na pessoa, dando ênfase nos aspectos psicológicos da doença e em como estes afetam a vida do paciente. São comuns consultas em que os médicos realizam uma abordagem mais sistematizada, em que a preocupação em realizar um diagnóstico correto limita a análise somente à doença, deixando de lado o paciente. Os estudos sobre o cuidado centrado na pessoa evoluíram consideravelmente no sentido de trazer o paciente como protagonista da consulta e, por essa razão, fazem toda a diferença na relação médico-paciente ao humanizar o atendimento. O objetivo foi relatar a experiência de discentes de medicina do Centro Universitário de Anápolis na prática da anamnese reflexiva com pacientes reais de um hospital público da cidade de Anápolis, em uma atividade promovida pela disciplina de Habilidades em Comunicação. Em duplas, os alunos tiveram a oportunidade de entrevistar uma média de 44 pacientes na enfermaria do hospital, abordando assuntos além da enfermidade, como o apoio familiar e os aspectos psíquicos e sociais que cercam a doença. Nesse sentido, o desenvolvimento de uma medicina mais humanizada em que o foco da consulta seja o paciente e não o diagnóstico clínico é um dos objetivos relatados no documento do Ministério da Saúde, o Humaniza SUS (Sistema Único de Saúde). A prática da anamnese reflexiva se mostrou bastante eficaz na abordagem dos pacientes, principalmente devido a vulnerabilidade tanto física quanto emocional em que o indivíduo se encontrava. Os pacientes abordados se mostraram mais abertos à conversa e expressaram suas aflições de maneira mais efetiva, beneficiando assim a relação com o profissional da saúde.

Referências

BURD, J. M. F. M. et al. Psicossomática hoje. 2ª edição. Porto Alegre. ARTMED, 2010.

STEWART, M et al. Medicina centrada na pessoa: transformando o método clínico. 2ª edição. Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade. Porto Alegre. ARTMED, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização. Formação e intervenção / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Política Nacional de Humanização. – Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

CAPRARA, A.; FRANCO, A. L. E S. A Relação paciente-médico: para uma humanização da prática médica. Cadernos de Saúde Pública, v. 15, n. 3, p. 647–654, set. 1999.

SOARES, M. O. M. et al. Reflexões contemporâneas sobre anamnese na visão do estudante de medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 38, n. 3, p. 314–322, set. 2014.

CASSEL, E. J. The Nature of Sufering and the Goals of Medicine. 2nd ed. Oxford: Oxford University Press, 2004.

ZOLNIEREK, K. B.; DIMATTEO, M. R. Physician communication and patient adherence to treatment: a meta-analysis. Med Care, v. 47, n. 8, p. 826–834, 2009.
Publicado
2019-07-01
Seção
RESUMOS - Educação em Saúde