ATENÇÃO A SAÚDE DOS ADOLESCENTES: PERCEPÇÃO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E MÉDICOS DAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE ANÁPOLIS – GOIÁS

  • Nathalia Tavares da Silva UniEVANGÉLICA
  • Nathalia Aidar Bittar
  • Karla Cristina Naves de Carvalho
Palavras-chave: adolescência, agente comunitário de saúde, médico, atenção básica

Resumo

A adolescência é um período marcado por intensas mudanças, conscientização da sexualidade, estruturação da personalidade e integração social, sendo também uma faixa etária com alta suscetibilidade a doenças infectocontagiosas, depressão e uso abusivo de álcool. Neste contexto, é essencial oferecer um atendimento básico integralizado para essa população. Esse estudo objetivou descrever sobre a Atenção à Saúde do Adolescente através do ponto de vista de 5 Agentes Comunitários da Saúde e 5 Médicos das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) do município de Anápolis-GO. Trata-se de estudo exploratório, descritivo e qualitativo. Os dados foram coletados via entrevista semiestruturada e organizados por meio da técnica de análise temática. Concluiu-se que, apesar dos entrevistados reconhecerem suas limitações e elucidarem a necessidade de um cuidado diferenciado com os adolescentes e melhor estrutura das UBSFs, pouquíssimo tem sido feito para melhorar a qualidade da saúde dessa população, carecendo da reorganização da atenção e um atendimento integral e humanizado.
Publicado
2018-12-21