PERFIL CLÍNICO EPIDEMIOLÓGICO DOS PACIENTES COM AIDS ATENDIDOS NO SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA EM ANÁPOLIS-GO NOS ANOS DE 2009 A 2013 CLINICAL EPIDEMIOLOGICAL PROFILE OF AIDS PATIENTS ATTENDED AT THE SPECIALIZED CARE SERVICES IN ANÁPOLIS-GO IN THE

  • Constanza Thaise Xavier Silva
  • Jalsi Tacon Arruda
  • Danyella Leite de Bessa Silva
  • Geovanna Pereira de Souza

Resumo

Objetivo: caracterizar o perfil clínico epidemiológico dos pacientes com AIDS atendidos no Serviço de Assistência Especializado (SAE) em Anápolis no período de janeiro de 2009 a dezembro de 2013. Métodos: Este estudo foi do tipo observacional, descritivo e retrospectivo de base populacional. Este estudo foi pautado na abordagem quantitativa de 168 prontuários de pacientes com AIDS em Anápolis no período de janeiro 2009 a dezembro de 2013 que foi realizado no Serviço de Assistência Especializado (SAE). Resultados: Entre os 168 sujeitos analisados entre os anos estudados, 67,8% eram do gênero masculino e 32,2% do gênero feminino. Em relação ao estado civil foram observados 56,6% solteiros; 25,6% casados; 7,1% viúvos; 5,9% divorciados e 4,8% não responderam. Em relação à orientação sexual foram observados 61,3% heterossexuais; 24,5% homossexuais; 7,1% bissexuais e 7,1% não responderam; já ao modo de exposição ao HIV foram avaliados que 61,3% adquiriram os vírus por prática sexuais; um único paciente (0,6%) relatou ser por transfusão sanguínea e 38,1% não responderam a forma como contraíram o vírus. Sobre o uso de drogas ilícitas 34,5% disseram não utilizar e 14,9% relataram o uso de drogas ilícitas e 50% não tinha essa informação no prontuário; em relação à presença de doenças oportunistas 58,9% apresentaram algum tipo de doenças oportunistas e 14,3% não apresentaram. Conclusão: De acordo com os dados analisados houve um aumento de 59% na procura pelo atendimento no tratamento da AIDS sendo que em 2009 foram atendidos 20 pacientes e em 2013 foram atendidos 49 pacientes.
Publicado
2016-06-17