O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A submissão do arquivo principal e demais documentos também deverão ser feitas através do email resu.saude@hotmail.com.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.

Diretrizes para Autores

A RESU publica artigos de autores com titulação mínima de especialista. Artigos de alunos de graduação serão avaliados desde que em co-autoria com o orientador de acordo com a titulação mínima exigida.

Os editores podem decidir sobre a pertinência em abrir o processo editorial para o artigo proposto, fundamentando-se nos os seguintes critérios: vínculo com a identidade e a missão da revista, apresentando originalidade, clareza do argumento central, conclusões baseadas em investigações sistemáticas e adequação nas normas submissão de artigos. O processo editorial pode levar entre 3 e 6 meses. 

Tipos de artigos publicados

Artigos originais: incluem estudos epidemiológicos, clínicos ou experimentais.

Relatos de casos: incluem artigos que relatam casos de pacientes portadores de doenças raras ou intervenções pouco frequentes ou inovadoras.

Artigos de revisão: análises críticas ou sistemáticas da literatura a respeito de um tema selecionado enviados, de forma espontânea, pelos autores.

Cartas ao editor: refletem o ponto de vista do missivista a respeito de outros artigos publicados na Revista.

Editoriais: em geral encomendados pelos editores, para discutir um tema ou algum artigo original controverso e/ou interessante e/ou de tema relevante, a ser publicado na Revista.

Número de autores:

No máximo 8 autores por artigo.

Forma e Preparação de Manuscritos

 

NORMAS GERAIS

O artigo deverá ser digitado em formato A4 (210x297mm), com margem de 3 cm em todas as margens, espaço 1,5 em todas as seções. Empregar fonte Arial tamanho 12, páginas numeradas no canto superior direito (começar pela página de rosto) e processador de textos Microsoft Word®. Os manuscritos deverão conter, no máximo 15 laudas, ou ainda:

- Artigos originais: 3000 palavras (sem incluir: página de rosto, resumo, abstract, tabelas, gráficos, figuras e referências bibliográficas) e até 30 referências.

- Revisões: 3500 palavras (sem incluir: página de rosto, resumo, abstract, tabelas, gráficos, figuras e referências bibliográficas) e até 55 referências.

- Relatos de casos: 2000 palavras (sem incluir: página de rosto, resumo, abstract, tabelas, gráficos, figuras e referências bibliográficas) e até 25 referências.

É obrigatório o envio de carta de submissão assinada por todos os autores. Nessa carta, os autores devem referir que o artigo é original, nunca foi publicado e não foi ou não será enviado a outra revista enquanto sua publicação estiver sendo considerada pela Revista Educação em Saúde - RESU. Indicar de que não há conflitos de interesse que possam interferir nos resultados da pesquisa, cujo modelo está sugerido no final destas normas.

Transferência de direitos autorais: ao submeter o manuscrito para o processo de avaliação da Revista Educação em Saúde RESU, todos os autores devem assinar formulário disponível no site de submissão pela Revista, no qual os autores reconhecem que, a partir do momento da aceitação do artigo para publicação, a Revista Educação em Saúde RESU passa a ser detentora dos direitos autorais do manuscrito.

ATENÇÃO:

Deverão ser anexados obrigatoriamente no portal da revista os documentos abaixo, identificados como:

  1. Página de rosto;
  2. Documento principal com título, os resumos em português e inglês, palavras-chave e key-words, texto, referências bibliográficas e tabelas (Não colocar os nomes dos autores neste arquivo);
  3. Arquivo suplementar com tabelas figuras e gráficos, quando pertinente;
  4. Carta de submissão: http://1drv.ms/1zJa4Au ;
  5. Transferência de Direitos Autorais: http://1drv.ms/1u7Xvhe ;
  6. Declaração de Conflitos de Interesse: http://1drv.ms/1BUmylI ;
  7. Parecer do Comité de Ética e Pesquisa da Instituição.

 

NORMAS DETALHADAS

A - PÁGINA DE ROSTO:

Formatar com os seguintes itens:

  • Título do artigo em português (evitar abreviaturas) no máximo 20 palavras; seguido do título resumido (no máximo 60 caracteres incluindo espaços).
  • Título do artigo em inglês, no máximo 20 palavras; seguido do título resumido (no máximo, 60 caracteres incluindo espaços).
  • Nome completo de cada um dos autores acompanhado de vínculo empregatício ou acadêmico à qual pertence (devendo ser apenas o vínculo mais importante), cidade, estado e país.
  • Autor correspondente: definir o autor correspondente (telefone, fax e, obrigatoriamente, endereço eletrônico).
  • Instituição: declarar a instituição de ensino, pesquisa ou assistência na qual o trabalho foi realizado com a cidade, estado e país.
  • Declaração de conflito de interesse: descrever qualquer ligação de qualquer um dos autores com empresas e companhias que possam ter qualquer interesse na divulgação do manuscrito submetido à publicação. Se não houver nenhum conflito de interesse, escrever "nada a declarar".
  • Fonte financiadora do projeto: descrever se o trabalho recebeu apoio financeiro, qual a fonte (por extenso) e o número do processo.
  • Número total de palavras: no texto (excluir página de rosto, resumo, abstract, agradecimento, referências, tabelas, gráficos e figuras), no resumo e no abstract. Colocar também o número total de tabelas, gráficos e figuras e o número de referências.
  • Linha de pesquisa (Educação em Saúde, Envelhecimento e Epidemiologia das Doenças Crônicas Não Transmissíveis, Medicina Preventiva, Neurociências ou Saúde da mulher, da criança e do adolescente).

B – DOCUMENTO PRINCIPAL

Deverá conter o Título do artigo (sem a identificação dos autores).

O artigo deverá ser paginado a partir desta sessão.

RESUMO E ABSTRACT:

Cada um deve ter, no máximo, 250 palavras. Não usar abreviaturas. Eles devem ser estruturados de acordo com as seguintes orientações:

  • Resumo de artigo original: deve conter as seções: Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusões (AbstractObjective, Methods, Results and Conclusions).
  • Resumo de artigos de revisão: deve conter as seções: Objetivo, Fontes de dados, Síntese dos dados e Conclusões (Abstract: Objective, Data source, Data synthesis and Conclusions).
  • Resumo de relato de casos: deve conter as seções: Objetivo, Descrição do caso e Considerações finais (Abstract: Objective, Case description and Comments).

Para o abstract, é importante obedecer às regras gramaticais da língua inglesa.

PALAVRAS-CHAVE E KEY-WORDS:

Fornecer, abaixo do resumo em português e inglês, 3 a 6 descritores separados por ponto, que auxiliarão a inclusão adequada do resumo nos bancos de dados bibliográficos. Empregar exclusivamente descritores da lista de "Descritores em Ciências da Saúde" elaborada pela BIREME e disponível no site http://decs.bvs.br/.

TEXTO:

Artigo original: dividido em introdução (sucinta com 4 a 6 parágrafos, apenas para justificar o trabalho e contendo no final os objetivos); método (especificar o delineamento do estudo, descrever a população estudada e os métodos de seleção, definir os procedimentos empregados, detalhar o método estatístico. É obrigatória a declaração da aprovação dos procedimentos pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição); resultados (claros e objetivos - o autor não deve repetir as informações contidas em tabelas e gráficos no corpo de texto); discussão (interpretar os resultados e comparar com os dados de literatura, enfatizando os aspectos importantes do estudo e suas implicações, bem como as suas limitações - finalizar esta seção com as conclusões e ou considerações finais pertinentes aos objetivos do estudo).

Artigos de revisão: não obedecem a um esquema rígido de seções, mas sugere-se que tenham uma introdução para enfatizar a importância do tema, a revisão propriamente dita, seguida por comentários e, quando pertinente, por recomendações.

Relatos de casos: divididos em introdução (sucinta com 3 a 5 parágrafos, para ressaltar o que é conhecido da doença ou do procedimento em questão e contendo no final os objetivos); descrição do caso propriamente dito (não colocar dados que possam identificar o paciente) e considerações finais.

Abreviaturas e siglas: termos e nomes a ser referidos na forma de abreviaturas ou siglas devem ser dados nominalmente quando mencionado pela primeira vez.

DECLARAÇÃO DE CONFLITOS DE INTERESSE

Descrever qualquer ligação dos autores com empresas e companhias que possam ter qualquer interesse na divulgação do manuscrito submetido à publicação. Se não houver nenhum conflito de interesse, escrever: sem conflitos de interesses. Essa declaração deverá constar ao final do artigo, antes das Referências. http://1drv.ms/1BUmylI

AGRADECIMENTOS

Agradecer de forma sucinta a pessoas ou instituições que contribuíram para o estudo, mas que não são autores. A Revista sugere que os agradecimentos sejam colocados no envio da primeira revisão do artigo, para evitar conflito de interesses com os revisores.

REFERÊNCIAS

No corpo do texto: Devem ser numeradas e ordenadas segundo a ordem de aparecimento no texto. As referências no corpo do texto devem ser identificadas por algarismos arábicos sobrescritos, sem parênteses e após a pontuação.

No final do texto (lista de referências): Devem seguir o estilo preconizado no "International Committee of Medical Journal Editors Uniform Requirements" e disponível em http://www.nlm.nih.gov/bsd/uniform_requirements.html, conforme os exemplos a seguir.

Artigos em Periódicos

Até 6 autores: listar todos os autores:

Chatzimicael A, Tsalkidis A, Cassimos D, Gardikis S, Spathopoulos D, Tripsianis GA, Kambouri K. Effect of passive smoking on lung function and respiratory infection. Indian J Pediatr. 2008;75(4):335-40.

Mais do que 6 autores:

Chatzimicael A, Tsalkidis A, Cassimos D, Gardikis S, Spathopoulos D, Tripsianis GA et al. Effect of passive smoking on lung function and respiratory infection. Indian J Pediatr. 2008;75(4):335-40.

 

Sem autores:

Título. Local (cidade): Editora; data de publicação.

The Oxford concise medical dicitionary. 6th ed. Oxford: Oxford University Press; 2003.

Volume com suplemento:

Collins BN, Levin KP, Bryant-Stephens T. Pediatricians’ Practices and Attitudes about Environmental Tobacco Smoke and ParentalSmoking. J Pediatr 2002; 42 (Suppl 2):S93-9.

Resumos publicados em anais de Congressos:

Venners SA, Wang X, Chen C, Wang B, Ni J, Jin Y, Yang J, Fang Z, Weiss ST, Xu X. Exposure–Response Relationship Between Paternal Smoking and Children’s Pulmonary Function. Abstracts of the Second World Conference on Injury Control; 1993 May 20-23; Atlanta, USA . p. 137-8.

Livros e Outras

Livros:

Cunningham FG, Macdonanld PC, Gant NF, Leveno KJ, Gilstrap III LC, Hankins GCV, et al. Williams obstetrics. 20 ed. Stamford: Appleton & Lange; 1997.

Capítulo de livro:
I. Com a mesma autoria da obra:
Exemplo: Ruiz JA. Metodologia científica: guia para eficiência nos estudos. 3 ed. São Paulo: Atlas; 1991. Cap. 3: Como elaborar trabalhos de pesquisa.

Com autoria de capítulo:
Exemplo: Phillips SJ, Whisnart JP. Hypertesion and stroke. In: Lsaragh JH, Brenner BM, editors. Hypertesion: Pathophisiology, diagnosis and management. 2 ed. New York: Raven Press; 1995. P465-78.

Teses de mestrado ou doutorado:

Vidal, PCV. Frequência de sucesso da espirometria em crianças pré-escolares. [dissertação na internet]. Porto Alegre (Brasil): Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina; 2009 [citado 23 nov. 2011]. 93p. Disponível em: http://tede.pucrs.br/tde_arquivos/18/TDE-2009-10-07T105107Z-2152/Publico/417390.pdf

Outros materiais publicados

Leis, portarias e recomendações:

Brasil. Ministério da Saúde, 2011 (on line). Tabagismo passivo. Acesso em09/08/2009. [citado 23 nov. 2011] Disponível em:       http://www.inca.gov.br/tabagismo/frameset.asp?item=passivo&link=tabagismo.htm

Brasil. Ministério da Saúde. Organização Pan-Americana da Saúde. Escolas promotoras de saúde: experiências do Brasil. Brasília: OPS; 2006a. 272 p.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde na escola. Brasília: Ministério da Saúde, 2009. 96p.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 60 p.

Brasil. Ministério da Saúde. SecretariaExecutiva.DepartamentodeApoioàDescentralização. Coordenação-Geral deApoioàGestãoDescentralizada.DiretrizesoperacionaisdosPactospelaVida,emDefesado SUS e de Gestão. Brasilia: 2006b. 76 p.

Obs: se o material for disponível na internet, colocar Disponível em: htttp://www....

C - ARQUIVO SUPLEMENTAR COM FIGURAS E GRÁFICOS

Os arquivos suplementares com tabelas, figuras e gráficos deverão ser enviados em arquivo do Excel.

TABELAS: Para evitar o uso de tabelas na horizontal, recomenda-se que os autores usem no máximo 100 caracteres em cada linha de tabela. No entanto, se a tabela tiver duas ou mais colunas, o autor deve retirar 5 caracteres por linha.  Ex: Se tiver duas colunas, o autor deve usar no máximo 95, se tiver três, 90 e assim por diante. 

Cada tabela deve estar em folha separada, numerada na ordem de aparecimento no texto e conter um título. As explicações devem estar no rodapé da tabela e não no título. Não usar qualquer espaço do lado do símbolo ±. Digitar as tabelas no processador de textos do Word (não importar arquivos do Excel), usando linhas e colunas - não separar colunas como marcas de tabulação.

GRÁFICOS: Numerar os gráficos de acordo com a ordem de aparecimento no texto e colocar um título abaixo do mesmo. Os gráficos deverão ser feitos no Excel. Mandar em arquivo (Excel) separado do texto (não importar os gráficos para o texto).

FIGURAS: As figuras devem ser numeradas na ordem de aparecimento do texto. As explicações devem constar da legenda (mandar legenda junto com o arquivo de texto do manuscrito, em página separada). Figuras reproduzidas de outras fontes devem indicar esta condição na legenda e devem ter a permissão por escrita da fonte para sua reprodução. A obtenção da permissão para reprodução das imagens é de inteira responsabilidade do autor. Para fotos de pacientes, estas não devem permitir a identificação do indivíduo - caso exista a possibilidade de identificação, é obrigatória carta de consentimento assinada pelo indivíduo fotografado ou de seu responsável, liberando a divulgação do material. Imagens geradas em computador devem ser anexadas nos formatos .jpg, .gif ou .tif, com resolução mínima de 300 dpi, em arquivo separado (não importar para o texto). 

D - Carta de submissão: http://1drv.ms/1zJa4Au ;

E - Transferência de Direitos Autorais: http://1drv.ms/1u7Xvhe ;

F -  Declaração de Conflito de Interesse: http://1drv.ms/1BUmylI ;

G - Parecer do Comité de Ética e Pesquisa da Instituição (para artigos originais, anexar uma cópia da aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição onde foi realizada a pesquisa. A Revista Educação em Saúde RESU adota a resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde).

 

Não há taxas para processamento e submissão do manuscrito.