BALANÇO HÍDRICO CLIMATOLÓGICO PARA O MUNICÍPIO DE RIO VERDE, GOIÁS

  • Ana Gabriela Borges Parreira Universidade de Rio Verde
  • Indiamara Marasca Universidade de Rio Verde
  • Antonio Jussiê da Silva Solino Universidade de Rio Verde
  • Gilmar Oliveira Santos Universidade de Rio Verde

Resumo

O balanço hídrico é o resultado da quantidade de água que entra e sai de uma determinada camada do solo em um determinado intervalo de tempo, onde se caracteriza os períodos secos e úmidos de um local definido, enquadrando-se como ferramenta para o planejamento agrícola e ambiental. Esse trabalho teve como objetivo determinar o balanço hídrico climatológico (BHC) na cidade de Rio Verde, GO, no período de janeiro de 2012 a junho de 2015. O BHCN foi desenvolvido pelo método de Thornthwaite e Mather. Utilizou-se a capacidade de água disponível de 100 mm. A precipitação anual é de 1.567 mm, e evapotranspiração potencial anual foi de 1.430 mm. O município apresentou tendência climática de seis meses de deficiência hídrica (maio a outubro) e seis meses de excedente hídrico (novembro a abril), totalizando 441 e 578 mm, respectivamente. Para o manejo de culturas de sequeiro na região é necessário o uso de sistemas de irrigação para suprir a demanda hídrica, principalmente nos período de menor disponibilidade e maior demanda, consequentemente, sabendo o quando e quanto irrigar, além do uso racional da água.

Biografia do Autor

Ana Gabriela Borges Parreira, Universidade de Rio Verde
Engenheira Ambiental pela Universidade de Rio Verde (UniRV).
Indiamara Marasca, Universidade de Rio Verde
Professora Doutora na Universidade de Rio Verde (UniRV)
Antonio Jussiê da Silva Solino, Universidade de Rio Verde
Professor Doutor na Universidade de Rio Verde (UniRV)
Gilmar Oliveira Santos, Universidade de Rio Verde
Professor Doutor na Universidade de Rio Verde (UniRV)  
Publicado
2019-05-28