O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

1. Modalidades de manuscrito

O Conselho Editorial da REFACER acolhe manuscritos nas seguintes modalidades:

a) Artigo original - limite: máximo 25 laudas (exceto referências)

Para modalidade artigo original exige-se no mínimo 10 referências bibliográficas.

b) Artigo de revisão - limite: máximo 30 laudas (exceto referências)

c) Estudo de caso - limite: máximo 15 laudas (exceto referências)

2. Formato dos manuscritos

2.1  Serão acolhidos manuscritos redigidos no idioma português.

2.2  O trabalho deverá ser digitado em espaço 1,5, fonte Times New Roman 12, no formato .doc ou .docx (Documento do Word), em folha-padrão A4, as margens superior e esquerda devem ter 3 cm e inferior e direita 2 cm. Não são aceitas notas de texto de pé de página.

2.3  Cada página do manuscrito deverá apresentar numeração em suas linhas iniciando-se novamente a numeração na página seguinte.

2.4  Folha-de-rosto:

a)      título do manuscrito, em português e inglês. Fonte: Times New Roman

14, negrito e caixa alta;

b) nome completo dos autores e das instituições a que pertencem;

c) endereço eletrônico de todos os autores;

d) para o autor correspondente: endereço completo e endereço eletrônico, números de fax e de telefones.

Exemplo:

VIGILÂNCIA DE INFECÇÃO DE SÍTIO CIRÚRGICO PÓS-ALTA HOSPITALAR EM HOSPITAL DE ENSINO NO ESTADO DE SÃO PAULO, BRASIL: ESTUDO DESCRITIVO RETROSPECTIVO NO PERÍODO 2005-2010.

SURVEILLANCE OF SURGICAL SITE INFECTION AFTER HOSPITAL DISCHARGE IN A TEACHING HOSPITAL IN THE STATE OF SÃO PAULO, BRAZIL: A RETROSPECTIVE DESCRIPTIVE STUDY IN THE PERIOD 2005-2010.

Florence Nightingale

Departamento de Enfermagem. Faculdade de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo -SP, Brasil. tfbatista@hotmail.com

Hans Christian Gram

Programa de Pós-Graduação em Microbiologia, Departamento de Microbiologia, Faculdade de Farmácia, São Paulo, São Paulo -SP, Brasil mcrissr@hotmail.com

Resumo

Abstract

Endereço para correspondência:

Av. Dr. Arnaldo, 351, Pacaembu, São Paulo-SP. Brasil. CEP: 01246-000

e-mail: mcrissr@hotmail.com

3. Resumo

Parágrafo único, de até 250 palavras, estruturado com as seguintes seções: Introdução; Objetivo; Metodologia; Resultados e discussão; Conclusão.

Palavras-chave: de três a cinco descritores

4. Abstract

Versão em inglês do Resumo, contendo as mesmas seções do Resumo.

Keywords: de três a cinco descritores

5. Corpo do manuscrito

Texto completo

Os manuscritos nas modalidades de artigo original deverão apresentar as seguintes seções, nesta ordem: Introdução; Metodologia; Resultados e Discussão, Conclusão, Agradecimentos e Referências. Tabelas e figuras deverão ser inseridas logo após a citação no manuscrito.

6 Introdução:

Apresentação do problema, justificativa e objetivo do estudo, nesta ordem.

À partir da Introdução, cada linha de ser numerada e iniciada novamente em cada página para orientar a correção dos revisores.

6.1 Metodologia:

Descrição detalhada da metodologia empregada. Identificar o tipo de estudo, ex: “estudo retrospectivo de levantamento de dados”, local e população estudada, procedimentos de coleta dos dados, procedimentos de processamento e análise dos dados. Para pesquisas realizadas com seres humanos ou animais as considerações éticas deverão ser observadas (ver item 1.2). O número do protocolo de aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa deve ser descrito nesta seção.

6.2 Resultados e Discussão:

Exposição dos resultados alcançados, podendo utilizar-se de tabelas e figuras, desde que autoexplicativas (ver 9. Tabelas e Figuras) juntamente com os comentários sobre os resultados. Nesta seção deve-se confrontar o estudo com outras publicações de relevância para o tema.

6.3 Conclusão:

Resultados expressos de forma concisa, visando responder os objetivos do trabalho.

6.4 Agradecimentos e Créditos a órgãos financiadores:

Após a conclusão. Devem-se limitar ao mínimo indispensável. Créditos a órgãos financiadores da pesquisa, se pertinente.

7 Referências:

- As referências indicadas no final do texto deverão ser redigidas de acordo com normas editoriais descritas. A adequação das referências a trabalhos que tenham sido consultados e mencionados são de inteira responsabilidade do autor.

- Elaboradas à partir da NBR 6023/2002 na seguinte ordem:

Autor, título e subtítulo (se houver), edição, local, editora e data.

- Alinhada na forma justificativa, com entrelinhas simples na referência e espaçamento duplo entre elas. As referências deverão ser organizadas na ordem alfabética. O título do periódico/livro/dissertação/tese deverá ser destacado em negrito.

7.1 Referências: Exemplos

Anais de congresso

CONGRESSO DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE PORTUGUÊS-LÍNGUA ESTRANGEIRA, 2., 1999, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 1999.

Artigos de periódicos

GOMES, V. M.; SILVA, M. J. P.; ARAÚJO, E. A. C. Efeitos terapêuticos do toque terapêutico na redução da ansiedade de estudantes universitários.  Rev. Bras. Enferm., Brasília, v. 61, n. 6, p. 841-46, nov.- dez. 2008.

Autoria institucional

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Implicações Éticas do Diagnóstico e da Triagem Sorológica do HIV / Secretaria Vigilância em Saúde, Programa Nacional de DST e Aids. – Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

Livros

NETZ, P.A. Fundamentos de físico-química: uma abordagem conceitual para as ciências farmacêuticas. Porto Alegre: Artmed, 2002.

Portarias e Leis

BRASIL, Portaria n.º 344, de 12 de maio de 1998. Aprova o Regulamento Técnico sobre substâncias e medicamentos sujeitos a controle especial. Diário Oficial da União, 31 dez. 1998., Seção I.

Referências eletrônicas

FEA/USP, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. O que é Administração. São Paulo, 2008. Disponível em: <http:// http://www.fea.usp.br/conteudo.php?i=193>. Acesso em: 20 de fev. 2013.

Teses e dissertações

BRITO, A.F. Síntese e avaliação farmacológica de um novo candidato a protótipo de fármaco ansiolítico. 2011. 115 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) – Faculdade de Farmácia, Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

8 Citações no corpo do texto:

- Elaboradas à partir da NBR 10520

8.1 Citação direta curta (até 3 linhas):

Um autor:

Conforme Azevedo (2004, p. 41), “O resultado de uma pesquisa depende da

adequada escolha do assunto (tema, objeto, problema) a ser investigado.”

ou

“O resultado de uma pesquisa depende da adequada escolha do assunto (tema, objeto,

problema) a ser investigado.” (AZEVEDO, 2004, p. 41).

Dois autores:

Segundo Lakatos e Marconi (2001, p. 35), “Seminário é uma técnica de estudo que inclui pesquisa, discussão e debate; sua finalidade é pesquisar e ensinar a pesquisar.”

ou

“Seminário é uma técnica de estudo que inclui pesquisa, discussão e debate; sua finalidade é pesquisar e ensinar a pesquisar.” (LAKATOS; MARCONI, 2001, p. 35).

Três autores:

De acordo com Radin, Benedet e Milani (2003, p. 25), “Ao longo do tempo, para

tentar esclarecer o desconhecido, a experiência humana desenvolveu explicações que

se costuma classificar de mística, teológica, filosóficas e científicas.”

ou

“Ao longo do tempo, para tentar esclarecer o desconhecido, a experiência humana

desenvolveu explicações que se costuma classificar de mística, teológica, filosóficas

e científicas.” (RADIN; BENEDET; MILANI, 2003, p. 25).

Mais de 3 autores:

Atkinson e outros (2000, p. 569) enfatizam que “Os clientes da empresa representam um papel central em seu negócio.”

ou 

“Os clientes da empresa representam um papel central em seu negócio.”

(ATKINSON et al., 2000, p. 569).

8.2  Citação direta longa (recuo de 4 cm a esquerda, com fonte 10, sem aspas, e com parágrafo simples):

8.3 Citação de citação:

Sobre gestão por competências, Brandão e Aquino (2001 apud BITENCOURT; BARBOSA, 2004, p. 246) assim se posicionam:

Deve fazer parte das políticas que recaem sobre as pessoas e para o sucesso organizacional direcionada ao recrutamento, seleção, treinamento, entre outros, fazendo parte das competências necessárias para atingir os objetivos da organização, lembrando sempre que devem estar alinhadas à estratégia organizacional.

8.4 Citação indireta:

Em ordem cronológica e separado por ponto e vírgula.

(CASTILLO et al., 2000; GRILLON, 2002; GRAEFF, 2007).

Tabelas e Figuras

  1. Figuras e as tabelas deverão ser apresentadas logo após a citação no manuscrito.
  1. Os títulos das tabelas e figuras devem ser concisos e evitar o uso de abreviaturas ou siglas; estas, quando indispensáveis, serão traduzidas em legendas ao pé da própria tabela ou figura.

b.1 O título da tabela deve ser colocado na parte superior da mesma.

b.2 O título da figura deve ser colocado na parte inferior da mesma.

  1. No caso de ilustrações ou tabelas já impressas, o autor deverá apresentar sua reprodução, a permissão de quem detém seus direitos autorais. A fonte deve sempre ser citada na parte inferior da imagem.

10 Uso de siglas

Siglas ou acrônimos de até três letras devem ser escritos com maiúsculas (Ex: DOU; USP; OIT). Em sua primeira aparição no texto, acrônimos desconhecidos serão escritos por extenso, acompanhados da sigla entre parênteses. Siglas e abreviaturas compostas apenas por consoantes serão escritas em letras maiúsculas. Siglas com quatro letras ou mais serão escritas em maiúsculas se cada uma delas for pronunciada separadamente (Ex: BNDES; INSS; IBGE). Siglas com quatro letras ou mais e que formarem uma palavra (siglema), ou seja, que incluam vogais e consoantes, serão escritas apenas com a inicial maiúscula (Ex: Funasa; Datasus; Sinan). Siglas que incluam letras maiúsculas e minúsculas originalmente, serão escritas como foram criadas (Ex: CNPq; UnB). Para siglas estrangeiras, recomenda-se a correspondente tradução em português, se universalmente aceita; ou seu uso na forma original, se não houver correspondência em português, ainda que o nome por extenso – em português – não corresponda à sigla (Ex: UNESCO = Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Algumas siglas, popularizadas pelos meios de comunicação, assumiram um sentido nominal: é o caso de AIDS (em inglês), a síndrome da imunodeficiência adquirida.


Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. Todos os autores estão cientes e concordam com a submissão do artigo na REFACER.

    Os autores do artigo são os responsáveis pela autenticidade do trabalho. A submissão do manuscrito deve ser acompanhada de uma “Declaração de Responsabilidade”, devidamente assinada por todos os autores atestando que o trabalho não foi publicado anteriormente, parcial ou integralmente, em meio impresso ou eletrônico, nem tampouco encaminhado para publicação em outros periódicos, e que todos os autores participaram na elaboração intelectual de seu conteúdo. Click aqui para baixar o modelo da Declaração de Responsabilidade. Após preenchida ela deverá ser anexada juntamento com o arquivo do artigo submetido.

  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word.
  3. Foram observados todos os preceitos éticos.

    Ética na pesquisa envolvendo seres humanos

    A observância dos preceitos éticos referentes aos trabalhos são de inteira responsabilidade dos autores. Para pesquisas realizadas com seres humanos no Brasil, os autores devem observar, integralmente, as normas constantes na Resolução CNS Nº 466, de 12 de dezembro de 2012 (disponível em http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf) e resoluções complementares, para situações especiais. O número do protocolo de aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa deve ser descrito na seção Metodologia.
  4. O artigo segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

  5. Estou ciente que haverá uma análise e aceitação dos manuscritos que:

    a) Estiverem formatados de acordo com as normas editorias descritas e cujos assuntos se enquadrem no escopo da revista;

    b) No caso de pesquisas envolvendo seres humanos, a aprovação por um Comitê de Ética em Pesquisa será verificada preliminarmente.

    c) Passarem pela verificação de autenticidade frente à internet (DOC X WEB) com o mínimo de 80% de autenticidade.

    Os trabalhos que não atenderem a essas exigências serão recusados.

    Após a avaliação preliminar dos editores, os manuscritos serão enviados para avaliação não identificada (avaliação “cega”) por, ao menos, dois revisores.

    A Revista não assume a responsabilidade por equívocos gramaticais, e se dá, portanto, ao direito de decidir quanto a alterações e correções.

  6. Em relação ao Relatório de Parecer, estou ciente que:

     

    Os revisores da REFACER emitirão pareceres quando solicitados pelo Editor chefe. O prazo para análise e emissão do parecer será especificado no convite.

    Os editores e/ou revisores poderão considerar o manuscrito:

    (i) Aceitável para publicação (se necessárias pequenas correções e ajustes no texto, os editores da revista reservam-se o direito de fazê-lo);

    (ii) Aceitável, condicionado a reformulação (haverá prazo definido para devolução do trabalho reformulado);

    (iii) Não aceitável.

     

    O Conselho editorial não emitirá parecer e nem justificativas para a não seleção de trabalhos, já que, esta não caracteriza demérito para o trabalho e nem julgamento de qualidade.

  7. Estou ciente que, caso seja verificado que um dos aspectos acima tenha sido descumprido, o artigo será automaticamente rejeitado, ficando a critério dos editores da revista em reportar o motivo ao autor.