O EMPREGO DAS ALGEMAS NA ATIVIDADE POLICIAL E OS PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS

  • Erlan Ribeiro Lima
  • Leocimar Rodrigues Barbosa
  • Werley Campos Gomes
Palavras-chave: Algemas. Princípios Constitucionais. Atividade Policial. Dignidade da Pessoa Humana. Segurança Pública.

Resumo

Este trabalho acadêmico proposto tem como objetivo o exame da temática do emprego das algemas nas atividades policiais e as eventuais divergências com os princípios inerentes a Constituição Federal Brasileira de 1988. A relevância da matéria vem sendo motivo de inúmeros debates, fomentado pela Súmula Vinculante 11 do Supremo Tribunal Federal, que visa direcionar a aplicação deste instrumento, fundamentado na proteção de direitos e princípios constitucionais. É intencional, nesta monografia, o esclarecimento destas discordâncias, promovendo o entendimento que não há violação dos princípios e direitos humanísticos quanto ao uso legítimo e adequando das algemas, obedecendo a sua função primordial. No decorrer deste trabalho é analisado todo o contexto das algemas no âmbito brasileiro, desde a sua origem, conceituação e legitimidade até os fundamentos jurídicos para seu uso, inclusive enaltecer sua importância para a garantia dos direitos humanos. O método a ser utilizado neste trabalho se caracteriza qualitativamente, almejando resultados mediante observação, estudo e compreensão acerca do tema proposto. Perfaz que a mitigação e pejoração das algemas podem acarretar em problemas maiores dos quais buscamos evitar, uma vez que este artefato pode salvar vidas.

Referências

BARROSO, Luís Roberto. Interpretação e aplicação da constituição. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2004.
BECCARIA, Cesare. Dos delitos e das Penas. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
BETIATE, Luciano. Adolescentes e a utilização de algemas. Disponível em: Acessado em: 27. Set. 2018.
BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 05 0ut. 2018
______. Decreto-lei nº 3.689 de 3 de out. de 1941. Código de Processo Penal. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2018.
______. Decreto Imperial de 20 de set. de 1890. Abolição das penas de galés. Disponível em: < http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1824-1899/decreto-774-20-setembro-1890-517659-norma-pe.html>. Acesso em: 15 jun. 2018.
______. Decreto Imperial de 22 de nov. de 1871. Regula a execução da Lei nº 2033 de 24 de Setembro de 1871. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2018.
______. Decreto Imperial de 23 de mai. de 1821. Das providencias para garantia da liberdade individual. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2018.
______. Decreto Legislativo nº 27 de 26 mai. de 1992. Aprova o texto da Convenção Americana sobre Direitos Humanos (Pacto São José). Disponível em: . Acesso em: 03. nov. 2018.
______. Decreto nº 8.858 de 26 de set. de 2016. Regulamenta o disposto no art. 199 da Lei de Execução Penal. Disponível em: . Acesso em: 15. out. 2018.
______. Lei imperial de 16 de dez. de 1830. Código Criminal do Império do Brazil. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2018.
______. Lei imperial de 29 de nov. de 1832. Código do Processo Criminal de Primeira Instancia. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.
______. Lei nº 1.002 de 21 de out. de 1969. Código de Processo Penal Militar. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del1002.htm>. Acesso em: 25. set. 2018.
______. Lei nº 5.172 de 25 de out. de 1966. Código Tributário Nacional. Disponível em: . Acesso em: 22. out. 2018.
______. Lei nº 7.210 de 11 de jul. de 1984. Lei de Execução Penal. Disponível em: . Acesso em: 25 set. 2018.
______. Lei nº 8.069 de 13 de jul. de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente. Disponível em: . Acesso em: 27. set. 2018.
______. Lei nº 9.537 de 11 de dez. de 1997. Lei de Segurança do Tráfego Aquaviáriol. Disponível em: . Acesso em: 30. set. 2018.
______. Lei nº 10.406 de 10 de jan. de 2002. Código Civil. Disponível em: . Acesso em: 05. nov. 2018.
______. Lei nº 11.689 de 09 de jun. de 2008. Altera dispositivos do Código de Processo Penal. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2018.
______. Lei nº 13.434 de 12 de abr. de 2017. Acrescenta parágrafo único ao art. 292 do Código de Processo Penal. Disponível em: . Acesso em: 30. set. 2018.
______. Supremo Tribunal Federal. Debate de aprovação da Súmula Vinculante nº 11. DJe nº 214/2008. 12 nov. 2008. Disponível em: Acesso em: 03. out. 2018.
______. Supremo Tribunal Federal. Súmula nº 11. Disponível em: Acesso em: 03. out. 2018.
CAPEZ, Fernando. Curso de processo penal. 14 ed. São Paulo: Editora Saraiva. 2007. p.44.
______. Curso de processo penal. 23. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.
______. Curso de processo penal. São Paulo: Ed. Atlas, 2008.
CARNELUTTI, Francesco. As misérias do processo penal. Trad. José Antônio Cardinalli. 1 ed. 1957.
FOUCALT, Michel. Vigiar e punir. Trad. Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 2002.
GOIÁS, Polícia Militar do Estado de Goiás. Procedimento Operacional Padrão. 3 ed. rev. e amp. Goiânia: PMGO, 2014.
GRECO, Rogério. Direito humanos, sistema prisional e alternativas à privação de liberdade. São Paulo: Saraiva, 2011.
HEBELA, Fernanda. Algemas e a Dignidade da Pessoa Humana – Fundamentos Jurídicos do Uso de Algemas. São Paulo: Lex Editora, 2006.
LIMA, Maria Rosynete Oliveira. Devido Processo Legal. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 1999.
NEVES, Antônio Marcio Campos. A inconstitucionalidade da Súmula Vinculante nº 11 do Supremo Tribunal Federal e a sua repercussão no seio policial. Revista Jus Navigandi, ISSN 1518-4862. Teresina, ano 14, n. 2061, 21 fev. 2009. Disponível em: . Acesso em: 05 out. 2018.
NOGUEIRA, Paulo Lúcio. Comentários à Lei de Execução Penal. 2 ed. Revista e atualizada. São Paulo: Saraiva, 1994.
PITOMBO, Sérgio Marcos de Moraes. Emprego de algemas. Revista dos Tribunais, ano 74. v. 592. Fevereiro de 1985.
RANGEL apud GRECO, Rogério. Atividade policial: aspectos penais, processuais penais, administrativos e constitucionais. 3 ed. Niterói: Impetus, 2010.
RANGEL, Paulo. Direito processual penal. 16ª ed. Saraiva, 2009.
SILVA, De Plácido e. Vocabulário Jurídico. 12. ed. Rio de Janeiro: Forense, 1993.
______. Vocabulário Jurídico. Vol. II; São Paulo: Forense, 1967.
SILVEIRA, Paulo Fernando. Devido Processo Legal. 3. ed. Belo Horizonte: Del Rey, 2001.
TÚLIO, Sílvio. Suspeito de furto rouba arma de PM e é morto a tiros durante fuga em GO. Disponível em: Acesso em: 02. nov. 2017.
XIMENES, Sérgio. Dicionário da língua portuguesa. 2 ed. reform. São Paulo: Ediouro, 2001.
Publicado
2020-02-27