Impacto Ambiental do Extrato Solubilizado de Borra de Café sobre Organismo Terrestre

Palavras-chave: Ecotoxicidade, Eiseniafetida, Contaminantes Emergentes, Solos

Resumo

O consumo do café, bebida, é responsável pela geração de uma massa residual denominada borra de café residual. Estudos de impacto ambiental sobre esse material e/ou aqueles oriundos da sua decomposiçãosão escassos. Desse modo, o presente trabalho objetivou identificar o potencial de impacto ambiental do extrato solubilizado da borra de café (BC) residual via efeito de fuga com minhocas Eisenia fetida, em solo arenoso e argiloso. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com 6 tratamentos e 3 repetições para ambos os solos. Os tratamentos foram: T1 - 3,125%; T2 – 6,25%; T3 – 12,5%; T4 – 25%; T5 – 50% e T6 – 100% de extrato BC em função do volume para umedecer cada solo.Os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA) e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade, com auxílio do software BioEstat 5.0.Identificou-se que o extrato BC, de maneira geral não apresentou efeito tóxico potencial. Todavia, cabe ressaltar que em doses equivalentes a 100% da umidade na capacidade de campo, ocorreu fuga dos organismos, o que revela toxicidade, para ambos os solos.

Biografia do Autor

Heider Alves Franco, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
Doutorado em Meio Ambiente pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil. Docente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
Marcus Vinicius de Castro Rocha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
Mestrado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil. Técnico em Agropecuária no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil.
Sergio Thode Filho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil. 
Doutorado em Meio Ambiente pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil. Docente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, IFRJ, Brasil. 

Referências

ABIC. 2017. “Pesquisa Tendências Do Mercado de Café.” Associação Brasileira da Indústria do Café. 2017. https://www.abic.com.br/estatisticas/pesquisas-2/pesquisa-tendencias-do-mercado-de-cafe/.
ABNT. 2004a. NBR 10004. Resíduos Sólidos – Classificação. Brasil.
———. 2004b. NBR 10006. Procedimento Para Obtenção de Extrato Solubilizado de Resíduos Sólidos. Brasil.
———. 2004c. NBR 10007. Amostragem de Resíduos Sólidos. Brasil.
———. 2011. NBR ISO 17512-1. Qualidade Do Solo — Ensaio de Fuga Para Avaliar a Qualidade de Solos e Efeitos de Substâncias Químicas No Comportamento. Parte 1: Ensaio Com Minhocas (Eisenia Fetida e Eisenia Andrei). Brasil.
Andréa, Mara Mercedes de. 2010. “O Uso de Minhocas Como Bioindicadores de Contaminação de Solos.” Acta Zoológica Mexicana 26 (s.2): 95–107.
Brown, George G., Clive A. Edwards, and Lijbert Brussaard. 2004. “How Earthworms Affect Plant Growth: Burrowing into the Mechanisms.” In Earthworm Ecology, edited by Clive A. Edwards, 13–49. Boca Raton: CRC Press LLC.
Burger, Joanna. 2006. “Bioindicators: Types, Development, and Use in Ecological Assessment and Research.” Environmental Bioindicators 1 (1): 22–39. https://doi.org/10.1080/15555270590966483.
Cesar, Ricardo, Ana Paula Rodrigues, Edison Bidone, Zuleica Castilhos, Helena Polivanov, and Tácio de Campos. 2015. “Proposta de Um Índice de Risco Ecológico Para Disposição Sustentável de Sedimentos de Dragagem Em Latossolos e Chernossolos.” Revista Geociências 34 (2): 275–85. http://ppegeo.igc.usp.br/index.php/GEOSP/article/view/8976.
CONAB. 2018. “Acompanhamento Da Safra Brasileira - Café (v.5 n.1 - Primeiro Levantamento).” Brasília.
Correia, F. V., and J. C. Moreira. 2010. “Effects of Glyphosate and 2,4-D on Earthworms (Eisenia Foetida) in Laboratory Tests.” Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology 85 (3): 264–68. https://doi.org/10.1007/s00128-010-0089-7.
Costa Neto, Pedro Luiz de Oliveira. 1977. Estatística. São Paulo: Edgard Blücher.
Curry, James P. 2004. “Factors Affecting the Abundance of Earthworms in Soils.” In Earthworm Ecology, edited by Clive A. Edwards, 91–113. Boca Raton: CRC Press LLC.
Dittbrenner, Nils, Hannah Schmitt, Yvan Capowiez, and Rita Triebskorn. 2011. “Sensitivity of Eisenia Fetida in Comparison to Aporrectodea Caliginosa and Lumbricus Terrestris after Imidacloprid Exposure. Body Mass Change and Histopathology.” Journal of Soils and Sediments 11 (6): 1000–1010. https://doi.org/10.1007/s11368-011-0397-5.
Donagemma, Guilherme Kangussú, David Vilas Boas de Campos, Sebastião Barreiros Calderano, Wenceslau Geraldes Teixeira, and João Herbert Moreira Viana. 2011. “Manual de Métodos de Análise de Solo.” Brasília: Embrapa Solos.
James, S. W., and George G. Brown. 2006. “Earthworm Ecology and Diversity in Brasil.” In Soil Biodiversity in Amazonian and Other Brazilian Ecosystems, edited by F. M. S. Moreira, J. O. Siqueira, and Lijbert Brussaard, 56–116. Cambridge, MA: CABI Publishing.
Mota, José Carlos, Mércia Melo de Almeida, Vladimir Costa de Alencar, and Wilson Fadlo Curi. 2009. “Características e Impactos Ambientais Causados Pelos Resíduos Sólidos: Uma Visão Conceitual.” In Anais Do I Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo, 15. São Paulo: Associação Brasileira de Águas Subterrâneas - ABAS.
OIC. 2018. “Consumo Mundial de Café.”
Oligini, Karine Fuschter, Jean Tides, Bruna Valéria Gil, Ana Paula Ciliprandi, and Celso Eduardo Pereira Ramos. 2015. “Sobrevivência de Minhocas Vermelha Da Califórnia (Eisenia Fetida) Com Água de Rega de Diferentes Concentrações Salinas.” In III Congresso de Ciência e Tecnologia Da UTFPR-DV, 10–12. Dois Vizinhos.
Reichardt, K. 1988. “Capacidade de Campo.” Revista Brasileira de Ciência Do Solo 12 (13): 211–16.
Rodrigues, Ana Paula de Castro, Zuleica Carmen Castilhos, Ricardo Gonçalves Cesar, Nádia Regina Pereira Almosny, Ana Rosa Linde-Arias, and Edison Dausacker Bidone. 2011. Avaliação de Risco Ecológico: Conceitos Básicos, Metodologia e Estudo de Caso. CETEM/MCT.
Santorufo, Lucia, Cornelis A.M. Van Gestel, Annamaria Rocco, and Giulia Maisto. 2012. “Soil Invertebrates as Bioindicators of Urban Soil Quality.” Environmental Pollution 161 (February): 57–63. https://doi.org/10.1016/j.envpol.2011.09.042.
Thode Filho, Sérgio, Leonardo Corrêa de Souza, Emanuele Nunes de Lima Figueiredo Jorge, Marcelo Fonseca Monteiro de Sena, and Heider Alves Franco. 2017. “Evaluation of the Impact of the Leached and Solubilized Extracts on the Germination of Cabbage Seeds (Brassica Oleracea Var. Capitata).” Revista Eletrônica Em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental 21 (October): 58. https://doi.org/10.5902/2236117029733.
Thode Filho, Sérgio, Leonardo Corrêa de Souza, Emanuele Nunes de Lima Figueiredo Jorge, Morgana De Luna Mortoni da Silva, Aline Santos de oliveira Guedes, Morgana De Luna Mortoni da Silva, and Heider Alves Franco. 2017. “Assessment of Associated Impacts the Inappropriate Disposal of Coffee Waste on the Behavior Escape of the Earthworms.” Revista Eletrônica Em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental 21 (October): 16. https://doi.org/10.5902/2236117029716.
VanGestel, C. A. M. 1992. “The Influence of Soil Characteristics on the Toxicity of Chemicals for Earthworms: A Review.” In Ecotoxicology of Earthworms, edited by P. Greig-Smith, 44–54. Andover: Intercept Press.
Publicado
2020-03-05
Como Citar
Franco, Heider Alves, Marcus Vinicius de Castro Rocha, e Sergio Thode Filho. 2020. Impacto Ambiental Do Extrato Solubilizado De Borra De Café Sobre Organismo Terrestre. Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 9 (1), 404-13. https://doi.org/https://doi.org/10.21664/2238-8869.2020v9i1.p404-413.