A Força dos Varadouros na Amazônia: o caso da comissão de obras federais do território do Acre e as estradas de rodagem (1907-1910)

  • André Vasques Vital Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGÉLICA, Brasil.

Resumo

O artigo analisa a atuação da Comissão de Obras Federais do Território do Acre e as oposições locais à construção de estradas de rodagem na região. Após a anexação do Acre ao Brasil, pelo Tratado de Petrópolis de 1903, o governo federal elevou a área a condição de território federal, dividindo-a em três e, depois de 1912, quatro unidades administrativas independentes umas das outras: departamentos do Alto Acre, Alto Purus, Alto Juruá e Tarauacá. A Comissão de Obras Federais foi criada em 1907 em resposta a falta de integração física entre os departamentos. A análise das reações das elites seringalistas ao projeto de integração territorial pensado pelo governo federal é primordial nesse artigo, que aponta a força dos rios e dos varadouros nas comunicações como responsáveis pelo fracasso do projeto de rodovias e pelo fim dos trabalhos da Comissão de Obras Federais em 1910.

Biografia do Autor

André Vasques Vital, Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGÉLICA, Brasil.
Doutorado em História das Ciências, Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ, Brasil. Centro Universitário de Anápolis, UniEVANGÉLICA, Brasil. 

Referências

Andrada AMB 1909. Segundo Relatório da Comissão de Obras Federais no Território do Acre em 1908. In: Brasil Ministério da Justiça e Negócios Interiores Ministro Augusto Tavares de Lyra. Relatório dos anos de 1908 e 1909 apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil pelo Sr. Augusto Tavares Lyra, Ministro da Justiça e Negócios Interiores. Imprensa Nacional, Rio de Janeiro, p. 71-79.
Brasil Diário do Congresso Nacional 1910. Câmara dos Deputados: Comissão de Finanças. N. 181 – 1910. Autoriza o poder executivo a mandar examinar por profissionais de sua confiança as condições, vantagens e tempo de construção da estrada, cujo pagamento pediu o engenheiro Gastão da Cunha Lobão, afim de, tudo devidamente verificado, solicitar ao Congresso Nacional o crédito necessário; com parecer e substitutivo da Comissão de Finanças. Brasil Diário do Congresso Nacional, 2010 out 28: 1837.
Brasil Ministério da Justiça e Negócios Interiores Ministro Augusto Tavares de Lyra 1908. Relatório dos anos de 1907 e 1908 apresentado ao Presidente da República dos Estados Unidos do Brasil em março de 1908. V 1, Imprensa Nacional, Rio de Janeiro.
Brasil Senado Federal 1907. Decreto n° 6.406 de 8 de março de 1907: cria uma Comissão de Obras Federais no Território do Acre e dá outras providências. [cited 2015 jul 27]. Available from: http://legis.senado.gov.br/legislacao/ListaNormas.action?numero=6406&tipo_norma=DEC&data=19070308&link=s
Bueno C 2003. Política Externa da Primeira República: Os anos de apogeu – 1902 a 1918. Paz e Terra, São Paulo.
Carvalho FF, Lima MAR, Riquet F, Costa C, Menezes AT 1909. Território do Acre – Departamento do Alto Juruá. Jornal do Commércio de Manaus, 1909 oct 17: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
Costa ALRMF 2010. Madeira que Cupim não Rói: Xapuri em Arquitetura (1913-1945). 2° ed. Gráfica 2 Irmãos, Rio Branco.
Costa FP 2005. Seringueiros, patrões e a justiça no Acre Federal (1904-1918). EDUFAC, Rio Branco.
Cunha E 2000. A Margem da História: reunião de ensaios amazônicos. Senado Federal, Brasília.
Dean W 1989. A Luta pela Borracha no Brasil: Um Estudo de História Ecológica. Novel, São Paulo.
Domanska E 2013. Para Além do Antropocentrismo nos Estudos Históricos. Expedições, 4:9-26.
Ferreira SMP 2007. Federalismo, economia exportadora e representação política: o Amazonas na República Velha (1889-1914). EDUA, Manaus.
Guedes M 1920. Os seringueiros (pequenas notas). 2° Ed. Jacintho Ribeiro dos Santos Editor, Rio de Janeiro.
Iglesias MP 2010. Os Kaxinawá de Felizardo: Correrias, Trabalho e Civilização no Alto Juruá. Paralelo 15, Brasília.
Jornal do Ceará 1910. Ainda o Acre no Alto Juruá: entrevista com o tenente Correa Lima. Jornal do Ceará, 1910 feb 09: 1-2. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
Jornal do Ceará 1910. Ainda o Acre no Alto Juruá: entrevista com o tenente Correa Lima (continuação). Jornal do Ceará, 1910 feb 14: 2. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
Jornal do Ceará 1910. Ainda o Acre no Alto Juruá: entrevista com o tenente Correa Lima (continuação). Jornal do Ceará, 1910 mar 04: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
Lima EQ 1966. 11 anos na Amazônia. Governo do Estado do Amazonas, Manaus.
Loureiro AJS 1981. A Gazeta do Purus: scenas de uma epocha (Senna Madureira, 1918/1924). Imprensa Oficial, Manaus.
Loureiro AJS 2004. O Brazil Acreano. Gráfica Lorena, Manaus.
Machado LO 1997. O Controle Intermitente do Território Amazônico. RevistaTerritório, 1:19-32.
Martinello P 2004. A Batalha da Borracha na Segunda Guerra Mundial. EDUFAC, Rio Branco.
O Alho 1908. Cacos de Garrafa. O Alho, 1908 aug 01: 4. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Cacos de Garrafa. O Alho, 1908 jul 14: 3. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Dizem por aí, mas é falso. O Alho, 1908 aug 01: 3. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Editorial. O Alho, 1908 jun 15: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Fera medonha. O Alho, 1909 jun 15: 2. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. O grupo do vai ou racha “para o Acre”. O Alho, 1908 jul 14:1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Recorde de viagem. O Alho, 1908 jun 15: 3. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Telegramas. O Alho, 1908 aug 01: 2. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alho 1908. Várias notícias. O Alho, 1908 jul 14: 3. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alto Purus 1909. 1° Congresso Industrial Seringueiro. O Alto Purus, 1909 set 05: 2. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alto Purus 1909. Estrada do Xiburema. O Alto Purus, 1909 may 16: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Alto Purus 1914. Iniciativa louvável. O Alto Purus, 1914 aug 02: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Cruzeiro do Sul 1908. O Embira. O Cruzeiro do Sul, 1908 jan 15: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Cruzeiro do Sul 1909. Campanha difamadora. O Cruzeiro do Sul, 1909 mar 14: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Cruzeiro do Sul 1909. Gazetilha. O Cruzeiro do Sul, 1909 jan 10: 3. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
O Município 1910. Iniciativa Particular. O Município, 1910 nov 13: 1. Acervo Fundação Biblioteca Nacional.
Prefeitura do Acre 1998. Relatório apresentado ao Exmo. Sr. Dr. Augusto Tavares de Lyra, DD. Ministro da Justiça e Negócios Interiores, por J. Plácido de Castro, Prefeito Interino – 1906,1907. In: G Castro, O Estado Independente do Acre e J. Plácido de Castro: Excerptos Históricos,Fundação Cultural do Estado do Acre, Rio Branco, p. 139-193.
Prefeitura do Alto Juruá 1905. Primeiro relatório semestral apresentado ao Exmo. Sr. Dr. Joaquim Seabra, Ministro da Justiça e Negócios Interiores pelo Coronel do Corpo de Engenheiros Gregório Thaumaturgo de Azevedo, Prefeito do Departamento. Imprensa Nacional, Rio de Janeiro.
Prefeitura do Alto Purus 1909. Relatório apresentado ao exm. Sr. dr. Augusto Tavares de Lyra, DD. Ministro da Justiça e Negócios Interiores, pelo prefeito do Departamento Dr. Cândido José Mariano concernente ao ano de 1908. Imprensa Nacional, Rio de Janeiro.
Ranzi CMD 2008. Raízes do Acre. 3 ed. EDUFAC, Rio Branco.
Território do Acre 1922. Relatório apresentado ao exmo. Sr. Ministro da Justiça e Negócios Interiores pelo Governador Dr. Epaminondas Jacome: julho de 1922. Empr. Ind. Editora “O Norte”, Rio de Janeiro.
Tocantins L 1961. O Rio Comanda a Vida: uma interpretação da Amazônia. 7° Ed. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro.
Tocantins L 1979. Formação Histórica do Acre Vol 1-2. Civilização Brasileira, Rio de Janeiro.
Vital AV 2016. Política e Saúde Pública no cativeiro dos rios: a integração nacional do território federal do Acre (Alto Purus, 1904-1920), PhD Thesis, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 342 pp.
Weinstein B 1993. A Borracha na Amazônia: Expansão e Decadência, 1950-1920. Edusp, São Paulo.
Publicado
2017-04-28
Como Citar
Vital, André. 2017. A Força Dos Varadouros Na Amazônia: O Caso Da Comissão De Obras Federais Do Território Do Acre E As Estradas De Rodagem (1907-1910). Fronteiras: Journal of Social, Technological and Environmental Science 6 (1), 22-44. https://doi.org/https://doi.org/10.21664/2238-8869.2017v6i1.p22-44.
Seção
Dossiê - Territórios e paisagens na América Latina