Uso de metilfenidato por estudantes universitários

  • Bruna Regina Paiva Vaz
  • Filipe Lustosa Rege Botelho
  • Jean da Silva Lourenço
  • Matheus Nabih Damascena Esper
  • Victória Maria Farias Torres
  • Raphael Rocha de Oliveira

Resumo

RESUMO: Metilfenidato é uma substância psicoestimulante do Sistema Nervoso Central, que regula a liberação de dopamina em um local do cérebro. É principalmente usado por jovens e adolescentes diagnosticados com TDAH e sofreu uma explosão tanto em sua produção como consumo no Brasil nos últimos anos. O objetivo do estudo é analisar e discutir artigos, datados entre 2012 e 2019, que abordam o uso crescente e indiscriminado de metilfenidato entre os brasileiros, principalmente por estudantes. Trata-se de uma revisão de literatura quebuscou girar em trono de um questionamento “O metilfenidato é usado de forma irresponsável?”, utilizando o PubMed, Scielo e o Google Acadêmico como base de dados para a seleção dos artigos. Dentre os resultados, foram selecionados 5 artigos que apontaram para o uso de metilfenidato por pessoas saudáveis, principalmente estudantes universitários que, em sua maioria, buscavam neuroaprimoramento. Foi observado ainda, certa facilidade para a obtenção do medicamento de forma ilícita ou até mesmo por falhas da averiguação e diagnóstico do TDAH. Assim, conclui-se que o presente estudo atingiu a constatação de que osuniversitários são o perfil que mais abusa irresponsavelmente do metilfenidato para obter sucesso acadêmico. Além disso, conseguiu-se observar que o teste utilizado para o diagnóstico do TDAH possui certa taxa de equívoco, levando a pessoas saudáveis a consumir erroneamente o medicamento. Finalmente, foi possível identificar falhas na vigilância da comercialização do medicamento, já que o medicamento foi obtido ilegalmente com certa facilidade, segundo os dados obtidos.
Publicado
2020-06-22
Seção
RESUMOS - Neurociências