Acidente Vascular Cerebral e suas implicações no sono

  • Humberto Cavalcante Hourani
  • Melissa Martins Gontijo Aires
  • Geraldo Santana Xavier Nunes Neto
  • Rafael Monteiro de Paula
  • Lucas Souza Soares
  • Omar Karajah
  • Marcelo Fouad Rabahi
  • Andréia Moreira Da Silva Santos

Resumo

RESUMO: O AVC caracteriza-se por um déficit neurológico focal decorrente de danos cerebrais de natureza isquêmica ou hemorrágica. A relação entre esse fenômeno e os distúrbios do sono é evidente quando se observa pacientes que sofreram AVC, já que apresentam insônia e síndrome das pernas inquietas e parassonias, por exemplo. O objetivo desse trabalho é avaliar aspectos relativos ao sono em pacientes com histórico prévio de AVC, analizando a fisiologia, etapas e problemas que distúrbios do sono implicam à saúde humana. Para isso será verificado a diferença do padrão de sono em diferentes faixas etárias e sexo dos pacientes com AVC, correlacionando-o com a qualidade do sono. Este é um estudo transversal, descritivo e possui uma abordagem quantitativa que avalia e descreve o observado em uma população em certo intervalo de tempo. A amostra será  por conveniência e todos serão convidados a participar da pesquisa. A coleta de dados se dará através da aplicação do questionário “Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh” (PSQI)13-14, que é um instrumento que avalia a qualidade de sono em relação ao último mês, sendo que o tempo de duração de cada questionário é de aproximadamente 5 minutos o mesmo será aplicado na clínica de fisioterapia do Centro Universitário UniEVANGÉLICA- Anápolis, Goiás e a polissonografia será realizada na residência do idoso através de equipamento portátil. Espera-se encontrar evidências clínicas comuns entre os pacientes, além da sistematização dos esquemas de conduta médica e tratamento, visando o melhor prognóstico dos pacientes.    
Publicado
2020-06-22
Seção
RESUMOS - Neurociências