Como a COVID-19 mudou a forma de educação: um relato de experiência

  • Ana Flávia Cândido Barbosa
  • Giovanna Sales Nogueira Almeida
  • Gabriel Guimarães Rocha
  • Rafaela Martins Ferreira
  • Ruberpaulo de Mendonça Ribeiro Filho
  • Mário Sakai Júnior

Resumo

RESUMO: A COVID-19 é uma doença infeciosa causada pelo coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (SARS-CoV-2), com os sintomas mais comuns sendo febre, tosse secae cansaço. A pandemia gerada por esta doença obrigou o mundo a se transfigurar, alterandoa maneira de viver de bilhões de pessoas, principalmente pelo distanciamento social, buscando uma redução na propagação do vírus. Todas as alterações atingiram diretamente ocenário educacional mundial, influenciando assim na forma como os estudantes de todas asidades frequentam as aulas e interagem, além dos professores, que se veem na necessidadede se adaptar mais rapidamente para prover a educação da melhor maneira para seus alunos,sendo sempre necessário um grande esforço de ambos os lados. Essa nova necessidade dediferentes métodos educacionais abriu as portas para aulas online, além de estruturar de maneira mais consistente o estilo de Educação a Distância (EAD) e outros métodos utilizados noestado de Goiás. O objetivo deste artigo é relatar a experiência dos acadêmicos de medicinada UniEVANGÉLICA e citar a experiência dos acadêmicos de medicina de outras instituiçõesgoianas durante o período da quarentena da COVID-19, na qual buscou-se mostrar as dificuldades frente à nova metodologia de ensino não presencial. Foi exposta a maneira como oCentro Universitário de Anápolis e outras faculdades de Goiás conseguiram manter os estudantes de medicina tendo aulas e atividades por meio do mundo online que por fim, se mostraram incapazes de suprir algumas das necessidades dos estudantes de medicina.
Publicado
2020-06-22
Seção
RESUMOS - Medicina Preventiva