O uso de tratamentos alternativos na intervenção à enxaqueca

  • Ana Paula Bueno Andrade
  • Anderson Cândico Costa Silva
  • Danielle Ferreira Santos
  • Juliane Marques Andrade
  • Rosane Dias da Silva
  • Leandro Nascimento Silva de Rodrigues

Resumo

RESUMO: A enxaqueca é uma cefaleia neurovascular em que suas atividades resultam em dor de cabeça moderada a severa provocadas por uma vasodilatação. O objetivo da revisão foi verificar a eficácia dos métodos alternativos utilizados pela medicina complementar para a resolução dos casos de enxaqueca. Essa patologia consiste em uma cefaleia neurovascular que resultam em dor de cabeça moderada a severa provocadas por uma vasodilatação. Os estudos analisados mostraram que os métodos alternativos abordados como terapia nutricional, implementação vitamínica, acupuntura, quiropraxia e neuromodulação são os mais prevalentes e eficazes no combate temporário a essa enfermidade. Conclui-se, portanto, que os tratamentos alternativos são eficazes apesar do tabu que os envolvem quando comparados aos tratamentos farmacológicos e da baixa incidência de seus usos.  
Publicado
2019-11-23
Seção
RESUMOS - Envelhecimento e Epidemiologia das Doenças Crônicas Não Transmissiveis