Análise da efetividade da terapia oncolítica viral na regressão do câncer de próstata

  • Aline Otoni Mesquita
  • Daiana Marina Andrade
  • Isadora Borges Magalhães
  • José Mateus dos Santos Neto
  • Ridania Vieira Tavares
  • Rodrigo Scaliante de Moura

Resumo

RESUMO: A terapia oncolítica viral é uma promissora alternativa no tratamento do câncer, pois os vírus infectam seletivamente células tumorais com a garantia de não causar danos às células de tecidos saudáveis. O câncer de próstata é uma doença clinicamente heterogênea, causada pela proliferação de células malignas que acometem a saúde do homem e podem ser alvo da viroterapia oncolítica. Assim, busca-se descrever os mecanismos de ação dos principais vírus estudados na terapia oncolítica contra o câncer de próstata, demonstrando sua efetividade na regressão tumoral. Com isso, foi realizada uma revisão integrativa da literatura, a partir das bases de dados: Scielo, BVS e MEDLINE (por meio do Portal PubMed) a partir da seleção de 28 artigos originais que mais se adequaram aos critérios de inclusão e exclusão, do período de 2003 a 2019. Os vírus estudados foram o Adenovirus, Herpes simplex virus, Vaccinia virus e o Vesicular stomatitis vírus, os quais foram altamente eficazes na regressão tumoral em estudos in vitro, in vivo e in situ. Dessa forma, a viroterapia oncolítica foi eficaz contra o câncer de próstata em organismos vivos. No entanto, é necessário situações que mimetizem as condições de vida humana para se analisar melhor as reações, comportamentos celulares e sua viabilidade clínica no câncer de próstata humano.  
Publicado
2019-11-23
Seção
RESUMOS - Envelhecimento e Epidemiologia das Doenças Crônicas Não Transmissiveis