A importância do Curriculum Vittae para os estudantes de medicina e seus determinantes

  • Fábio Guilherme Borges Ribeiro
  • João Vieira da Mota Neto
  • Matheus Mendes de Souza
  • Maycoll Gabriel Miterrã Moura
  • Victória Lima Florentino Alves Ferreira
  • Denis Masashi Sugita
Palavras-chave: Educação Médica, Currículo, Saúde mental, Residência Médica

Resumo

O curso de Medicina, por ter elevada carga horária e excessivas exigências feitas ao acadêmico, acaba por esgotar, física e psicologicamente o estudante, além do fato de ter responsabilidade sobre a vida de alguém. Além disso, os acadêmicos, visando a aprovação na residência médica de escolha e um currículo que lhes traga vantagens, complementam a carga horária puxada com atividades que agregam aos seus conhecimentos, em detrimento, entretanto, da prática de atividades que aliviariam o estresse e beneficiariam sua saúde mental e física. O objetivo deste trabalho é traçar o perfil das atividades extracurriculares praticadas pelos acadêmicos do curso de Medicina da UniEVANGÉLICA, além dos benefícios por elas proporcionados. Será aplicado um questionário com os acadêmicos do 1º ao 8º período e, após a coleta de dados, eles serão analisados. Espera-se que, no decorrer do curso, a quantidade de atividades feitas a fim de aliviar o estresse reduza e que, desde o 1º período, os alunos estejam engajados em atividades que lhes tragam benefícios no currículo.
Publicado
2019-07-01
Seção
RESUMOS - Educação em Saúde