UTILIZAÇÃO DO TRATAMENTO CONSERVADOR DA FISIOTERAPIA EM INDIVIDUOS COM LESÃO DO LIGAMENTO COLATERAL LATERAL:UMA REVISÃO NARRATIVA

  • Erika Naianny da Silva Mascarenhas faculdade de enfermagem nova esperança Mossoró-RN
  • Enio kaundson Fausto Soares
  • Francisco Rubson bezerra de lima
  • Joelma Gomes da Silva
  • Jaiza Marques Medeiros e Silva
  • Oziel Tardely Sousa farias
  • Lucas Ewerton Rodrigues Gomes
  • Elanny Mirelle da Costa

Resumo

O ligamento colateral lateral (LCL), tem como função principal a estabilização dinâmica da articulação tibiofemoral. Mediante a sua biomecânica e anatomia, o LCL localiza-se póstero-lateralmente em relação ao joelho e não possui alta incidência de lesão se comparado aos demais ligamentos. Dessa forma, o tratamento conservador da Fisioterapia torna-se um grande aliado para a recuperação da estabilidade e retorno às atividades de vida diárias sem submeter-se aos riscos de cirurgias. Objetivo: Buscar na literatura estudos sobre a eficácia do tratamento conservador fisioterapêutico na estabilidade e funcionalidade do joelho nas lesões de LCL em pacientes adolescentes e adultos. Materiais e Métodos: Trata-se de uma revisão narrativa onde as buscas foram realizadas nas bases de dados Scielo, Pubmed e Science Direct publicados no período de 2011 a 2020 escritos em Inglês; Espanhol e Português disponíveis na íntegra de maneira gratuita. Foram inclusos artigos completos e incompletos que abordassem o tratamento conservador da Fisioterapia na recuperação da estabilidade articular do joelho e seus correspondentes. Já os critérios de exclusão deram-se por cartas ao editor, monografias e amostras editoriais. Resultados e Discussão: Foram selecionados 11 artigos no total, onde somente 6 preencheram os critérios de inclusão estabelecidos. Os estudos mostram que no tratamento foram implementados programas de exercícios funcionais focados na região posterolateral afim de trabalhar o fortalecimento, promover analgesia e movimentação ativa do membro afetado. Visando melhorias na instabilidade do joelho e consequentemente a funcionalidade na deambulação. Ainda existem poucos estudos na literatura no que se refere a atuação da fisioterapia no tratamento de lesões no ligamento colateral lateral em quaisquer que seja o nível. É de grande valia esse conhecimento para estudantes e profissionais da área, uma vez que é possível contribuir com a comunidade acadêmica e desenvolvimento de profissionais mais qualificados. Conclusão: Portanto, o tratamento conservador da Fisioterapia promoveu melhoras significativas que auxiliaram na devolução da estabilidade articular e funcionalidade desses indivíduos favorecendo o retorno das atividades diárias com sucesso. Palavras-chave: Lesão de Ligamento; Ligamento Colateral; Ruptura do Ligamento; Ligamento colateral lateral; Ligamento.
Publicado
2021-11-18