O USO INDEVIDO DA ALTERAÇÃO DA SINTAXE NAS ANÁLISES POST-HOC DE GEE E ANOVA NO SPSS

  • João Pedro Nunes UEL
  • Giovanna F. Frigoli

Resumo

O suporte on-line do IBM SPSS propõe que os usuários alterem a sintaxe ao executar análises post-hoc para efeitos de interação de testes ANOVA. Outros autores também sugerem alterar a sintaxe ao realizar análises GEE. Assim sendo, o número de possíveis comparações (valor de k) também é alterado, influenciando, portanto, os resultados dos testes estatísticos de que k é um componente da fórmula, como na ANOVA de medidas repetidas e nos post-hoc de ANOVA e GEE. Essa alteração também agrava o erro do tipo I, produzindo resultados errôneos e conferindo possíveis interpretações errôneas dos dados. Com base nisso, o objetivo deste artigo é relatar o uso indevido e o manuseio inadequado da sintaxe nas análises post-hoc de ANOVAs e GEE no SPSS e ilustrar suas consequências nos resultados estatísticos e na interpretação dos dados.
Publicado
2020-02-03