Relação entre plantas nativas do Cerrado e água

  • Leonnardo Cruvinel Furquim Instituto de Ensino Superior de Rio Verde (IESRIVER)
  • Marcos Paulo dos Santos
  • Carlos Augusto Oliveira de Andrade
  • Lorena Alves de Oliveira
  • Adão Wagner Pêgo Evangelista

Resumo

A distribuição da vegetação no bioma Cerrado relaciona-se principalmente à profundidade do solo, uma vez que esta estabelece o estoque de nutrientes e de água no solo até o final da estação seca. O trabalho aborda a evolução das plantas nativas deste bioma, trazendo as principais adaptações anatômicas, fenológicas e fisiológicas relacionadas com a disponibilidade hídrica no solo. Redução na taxa de transpiração, investimento em sistemas radiculares espessados e profundos, dormência fisiológica de sementes e acúmulo de carboidratos não-estruturais em tecidos são as principais características adaptativas destas plantas às condições do Cerrado. Algumas espécies possuem eficiente mecanismo de ajustamento osmótico, sendo capazes de redistribuir água nos tecidos mesmo em condição de déficit hídrico, o que as permite, em taxas lentas, crescerem e se desenvolverem.

Biografia do Autor

Marcos Paulo dos Santos
Doutorando em Agronomia da UFG
Carlos Augusto Oliveira de Andrade
Doutorando em Agronomia da UFG
Lorena Alves de Oliveira
Doutorando em Agronomia da UFG
Adão Wagner Pêgo Evangelista
Doutorando em Agronomia da UFG
Publicado
2018-05-14